Ó GERAÇÃO INCRÉDULA E PERVERSA
(Mateus 17:17b) Jesus



  • O fermento dos fariseus
  • Jesus não é o rei Salomão filho de Davi
  • A pobre viúva explorada pelos escribas
  • Não ficará pedra sobre pedra dos templos construídos pela exploração financeira
  • A transfiguração
  • A eficácia do jejum de Daniel
  • Os falsos profetas e a abominação desoladora
  • As bem aventuranças



Aproximaram-se então dele os fariseus e os saduceus e, para o tentarem, pediram-lhe que lhes fizesse ver um sinal do céu.
Ele lhes respondeu: "Quando vem a tarde, dizeis: Haverá bom tempo, porque o céu está avermelhado.
E pela manhã: Hoje haverá tempestade, porque o céu está de um vermelho sombrio. HIPÓCRITAS, sabeis diferenciar a face do céu e não conheceis os sinais dos tempos?
Uma geração má e adúltera pede um sinal, e nenhum sinal lhe será dado, senão do profeta Jonas." E deixando-os, retirou-se.

Ora, os seus discípulos, tendo passado à outra margem do lago, tinham-se esquecido de levar pão.
Ora, Jesus disse-lhes: "Estai atentos e guardai-vos do fermento dos fariseus e saduceus!"
E eles comentavam, dizendo cada um dentro de si mesmo: "É porque não trouxemos pão."
Conhecendo Jesus isto, disse: "Homens de pouca fé, porque estais considerando convosco, pelo motivo de não terdes pão?
Ainda não compreendeis nem vos lembrais dos cinco pães para cinco mil homens; e quantos cestos recolhestes?
Nem dos sete pães para quatro mil homens; e quantos cestos ajuntastes?
Como então não compreendeis que não foi a respeito do pão que eu vos falei? Por isso guardai-vos do fermento dos fariseus e saduceus."
Então, compreenderam que não dissera que se guardassem do fermento do pão, mas da doutrina dos fariseus.
Foi então Jesus para as regiões de Cesaréia de Filipe. E interrogou a seus discípulos: "Quem dizem os homens que é o Filho do Homem?"
Eles responderam: "Uns dizem que é João Batista, outros que é Elias, outros que é Jeremias ou algum dos profetas."

(Mateus 16:1-14)


Ora, vieram ter com ele os saduceus, que afirmam não haver ressurreição, e perguntaram-lhe:
"Mestre, disseram, Moisés prescreveu-nos que, se morresse o irmão de alguém, deixando a mulher e não deixando filhos, seu irmão teria de se casar com a viúva para proporcionar descendência ao irmão.
Eram sete irmãos, e o primeiro se casou e morreu sem deixar filhos.
O segundo se casou com a viúva e morreu também sem deixar filhos, e o mesmo aconteceu ao terceiro.
E tomaram-na os sete, sem, contudo, terem deixado descendência. Finalmente, depois de todos, morreu também a mulher.
Na ressurreição, pois, quando tornarem a viver, de qual deles será a mulher? Porque os sete a tiveram por mulher."
E respondendo Jesus, lhes disse: "Não vedes que errais, não compreendendo as Escrituras e o poder de Deus?
Pois, quando ressuscitarem dentre os mortos, nem os homens hão de casar-se, nem as mulheres serão dadas em casamento, mas todos serão como anjos nos céus.
E, acerca dos mortos que houverem de ressuscitar, não tendes lido no Livro de Moisés como Deus lhe falou na sarça, dizendo: Eu sou o Deus de Abraão, e o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó?
Ele não é Deus dos mortos, mas dos vivos.
Logo vós estais num grande erro."

(Marcos 12:18-27)


Disse-lhes Jesus: "E vós, quem dizeis que eu sou?"
Simão Pedro, respondendo, disse: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo!"
E respondendo Jesus lhe disse: "Bem aventurado és, Simão, filho de João, porque não foi a carne nem o sangue que to revelou, mas Meu Pai que está nos céus.

Por isso, também eu te digo: Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja, e as portas do inferno jamais prevalecerão contra ela."

(Mateus 16:15-18)


Então aproximou-se um dos escribas, que os tinha ouvido discutir, e, vendo que Jesus lhes tinha respondido bem, perguntou-lhe: “Qual é o primeiro de todos os Mandamentos?”
Jesus respondeu-lhe: “O primeiro de todos os Mandamentos é este: Ouve, Israel: O Senhor nosso Deus é o único Senhor,
amarás, pois, ao Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o Primeiro Mandamento.”
E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro Mandamento maior do que estes."
E o escriba lhe disse: "Muito bem, Mestre, e com verdade disseste que há um só Deus e que não há outro além dele;
e que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças e amar o próximo como a si mesmo é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios."
E Jesus, vendo que havia respondido sabiamente, disse-lhe: "Não estás longe do Reino de Deus." E já ninguém ousava perguntar-lhe mais nada.
Ensinando no Templo, Jesus tomou a palavra e perguntou: "Como dizem os escribas que o Messias é filho de Davi?
O próprio Davi disse, inspirado pelo Espírito Santo: Disse o Senhor ao meu Senhor: Senta-te à minha direita, até que ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés.
Ora, se o próprio Davi o chama Senhor, como então é ele seu filho?"...

(Marcos 12:28-37a)


Respondeu Jesus: "O Meu Reino não é deste mundo..."

(João 18:36a)


... E a grande multidão ouvia-o com satisfação. E lhes dizia em sua doutrina: "Guardai-vos dos escribas que gostam de andar com roupas compridas, de ser cumprimentados nas praças públicas,
e de ocupar as primeiras cadeiras nas sinagogas, os primeiros lugares nos banquetes;
eles devoram os bens das viúvas e dão aparência de longas orações. Estes terão um juízo mais rigoroso."
E, estando Jesus assentado defronte da arca do tesouro, observava a maneira como a multidão lançava o dinheiro na arca do tesouro; e muitos ricos depositavam muito.
Chegando uma viúva pobre, deixou duas pequenas moedas, no valor de um quarto de asse cada uma.
E chamando os seus discípulos, disse-lhes: "Em verdade vos digo que esta pobre viúva depositou mais do que os que depositaram na arca do tesouro;
porque todos colocaram do que lhes sobrava, mas ela, da sua pobreza, colocou tudo quanto possuía, todo o seu sustento.

(Marcos 12:37b-44)


Conheceis a bondade de Nosso Senhor Jesus Cristo, o qual, sendo rico, se fez pobre por vós, a fim de vos enriquecer pela pobreza.

(2Coríntios 8:9) Paulo


E ao sair Jesus do Templo, disse-lhe um de seus discípulos: "Olha Mestre, que pedras, e que construção!"
Respondeu-lhe Jesus: "Vês todas essas grandes construções? Não será deixada pedra sobre pedra que não seja destruída."

E estando sentado no Monte das Oliveiras, em frente ao Templo, Pedro, Tiago e João perguntaram-lhe em particular:
"Dize-nos quando sucederão estas coisas? E que sinal haverá, quando tudo isto estiver para se cumprir?"
Então respondendo a isto, começou Jesus a dizer-lhes: "Cuidai que ninguém vos engane,
porque muitos virão em MEU NOME, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos."

(Marcos 13:1-6)


... e o NOME pelo qual se chama é a PALAVRA DE DEUS.

(Apocalipse 19:13b)


Seis dias depois, tomou Jesus consigo a Pedro, e a Tiago, e a João, seu irmão, e os conduziu em particular a um alto Monte.
E transfigurou-se diante deles; e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes se tornaram brancas como a luz.
E eis que lhes apareceram Moisés e Elias, falando com ele.
E Pedro, tomando a palavra, disse a Jesus: "Senhor, bom é estarmos aqui; se queres, façamos aqui três tabernáculos, um para ti, um para Moisés e um para Elias."
E, estando ele ainda a falar, eis que uma nuvem luminosa os cobriu. E da nuvem saiu uma voz que dizia: "Este é o Meu Filho Amado, em quem me comprazo; escutai-o."

(Mateus 17:1-5)


"Ninguém pode servir a dois senhores, porque ou odiará a um e amará o outro ou dedicar-se-á a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e à riqueza."

(Mateus 6:24)


E os discípulos ouvindo isso, caíram sobre seu rosto e tiveram grande medo.
E, aproximando-se Jesus, tocou-lhes e disse: "Levantai-vos e não tenhais medo."
E, erguendo eles os olhos, ninguém viram, senão a Jesus.
E, descendo eles do Monte, Jesus lhes ordenou, dizendo: "A ninguém conteis a visão até que o Filho do Homem seja ressuscitado dos mortos."
Em seguida os discípulos o interrogaram: "Por que dizem os escribas que Elias deve voltar primeiro?"
E Jesus respondendo, disse-lhe: "Em verdade Elias virá primeiro e restaurará todas as coisas.

Mas digo-vos que Elias já veio, e não o conheceram, mas fizeram-lhe tudo o que quiseram. Assim farão eles também padecer o Filho do Homem."
Então entenderam os discípulos que lhes falara de João Batista.
E, quando eles se reuniram ao povo, um homem aproximou-se deles e prostrou-se diante de Jesus,
dizendo: "Senhor, tem piedade de meu filho, porque é lunático e sofre muito: ora cai no fogo, ora na água.
Já o apresentei a teus discípulos, mas eles não o puderam curar."
Respondeu Jesus: "Oh! geração incrédula e perversa! Até quando estarei convosco? Até quando hei de suportar-vos? Trazei-o aqui para mim."
E repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele; e, desde aquela hora, o menino sarou.
Então, os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, disseram: "Por que não pudemos nós expulsá-lo?"
E Jesus lhes disse: "Por causa da vossa pequena fé; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá - e há de passar; e nada vos será impossível.
Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum."

(Mateus 17:6-21)


E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas, porque desfiguram o rosto, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão.
Porém tu, quando jejuares, unge a cabeça e lava o rosto,
para não pareceres aos homens que jejuas, mas sim a teu Pai, que está oculto; e teu Pai, que vê o que está oculto, te recompensará.

(Mateus 6:16-18) Jesus


Boa coisa é a oração acompanhada de jejum...

(Tobias 12:8a) Tobit


No terceiro ano de Ciro, rei da Pérsia, certa mensagem foi revelada a Daniel, que era chamado de Baltassar. Esse oráculo era verídico e anunciava grandes lutas, Daniel compreendeu o oráculo e teve conhecimento do sentido da visão.
Naquele tempo, eu, Daniel, fiz penitência durante três semanas.
Manjar desejável não comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com unguento, até que se cumpriram as três semanas.

No vigésimo quarto dia do primeiro mês do ano, eu estava à beira do grande rio, o Tigre,
quando de repente, levantei os olhos e vi: Era um homem vestido de linho e tendo na cintura um cinturão de ouro puro;
o seu corpo era como pedra preciosa e o seu rosto como relâmpago; seus olhos era como lâmpadas acesas, e seus braços e pernas tinha o brilho do bronze polido; sua voz parecia o clamor de grande multidão.
E só eu, Daniel, vi aquela visão; os homens que estavam comigo não a viram; não obstante, caiu sobre eles um grande temor, e fugiram, escondendo-se.
Tendo eu, pois, ficado sozinho, vi esta grande visão. Não ficou vigor em mim, mudou-se o meu semblante, caí desfalecido e perdi todas as forças.
Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo a voz das suas palavras, eu caí com o meu rosto em terra, profundamente adormecido.
E eis que uma mão me tocou e fez me levantar sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos.
"Daniel, homem de predileção," disse-me ele, "presta atenção às palavras que vou dirigir-te. Levanta-te, pois tenho uma mensagem a te confiar." Como me falasse assim, levantei-me tremendo:
"Não temas, Daniel," disse-me, "porque desde o primeiro dia em que aplicaste teu espírito a compreender, e em que te humilhaste diante de teu Deus, tua oração foi ouvida, e é por isso que eu vim.
Porém o príncipe do reino dos persas resistiu-me durante vinte e um dias; mas eis que veio em meu socorro Miguel, um dos primeiros príncipes, e eu fiquei lá junto do rei dos persas.
Aqui estou para fazer-te compreender o que deve acontecer a teu povo nos últimos dias; pois esta visão diz respeito a tempos longínquos."

(Daniel 10:1-14)


Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos.

(Mateus 24:11) Jesus


... para forçar os judeus a deixarem as Leis de Deus e as de seus pais,
mandou também profanar o Templo de Jerusalém e dedicá-lo a Júpiter Olímpico...

(2Macabeus 6:1b-2a)


Não fareis deuses de prata, nem deuses de ouro para pôr ao meu lado.

(Êxodo 20:23)


Submetei-vos, portanto, a Deus; resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós.
Aproximai-vos de Deus e ele se aproximará de vós. Lavai pecadores, as mãos e purificai os corações, ó duplos de espírito.

(Tiago 4:7-8) Tiago


"Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum."
Enquanto andavam pela Galiléia, disse-lhes Jesus: "O Filho do Homem será entregue às mãos dos homens,
e matá-lo-ão, e, ao terceiro dia, ressuscitará." E eles se entristeceram muito.

(Mateus 17:21-23)


Quando pois virdes estabelecer-se no Lugar Santo a desoladora abominação predita pelo profeta Daniel - quem lê entenda!
Então, os que estiverem na Judéia, que fujam para os montes.

(Mateus 24:15-16) Jesus


E ao ver Jesus a multidão, subiu a um monte e, tendo-se assentado, chegaram-se a ele os seus discípulos.
Tomando então a palavra, começou a ensiná-los dizendo:
Bem aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
Bem aventurados os que choram, porque serão consolados.
Bem aventurados os mansos, porque eles herdarão a Terra.
Bem aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos.
Bem aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia.
Bem aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus.
Bem aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.
Bem aventurados os que padecem perseguição por amor da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
Bem aventurados sois vós quando vos injuriarem, e perseguirem, e, mentindo, disserem todo o mal contra vós, por minha causa.
Alegrai-vos e exultai, porque é grande a vossa recompensa nos céus, pois assim perseguiram os profetas, que existiram antes de vós.
Vós sois o sal da Terra. Se o sal perde o sabor, com que se há de salgar? Não serve para mais nada, senão para ser lançado fora e ser pisado pelos homens.
Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um
monte.
Ninguém acende uma lâmpada para colocá-la debaixo de uma vasilha, e sim para colocá-la no candeeiro, onde ela brilha para todos os que estão em casa.
Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o Vosso Pai, que está nos céus.
Não julgueis que vim destruir a Lei ou os profetas; não os vim destruir, mas sim para os cumprir.
Porque em verdade vos digo: antes passarão o céu e a Terra, que passe da Lei um só jota ou um só ápice, sem que tudo seja cumprido.
Aquele que violar um destes Mandamentos, por menor que seja, e ensinar assim aos homens, será declarado o menor no Reino dos Céus. Mas aquele que guardar e os ensinar será declarado grande no Reino dos Céus.
Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos Céus.

(Mateus 5:1-20)



O Devorador >>
Menu
Menu Principal
<< Digno é o Operário do seu Alimento

^