A DESCENDÊNCIA DA SERPENTE


  • Caim não era filho de Adão, mas da serpente
  • Caim o diabo encarnado
  • Deus ajudou Eva no momento do parto
  • Os demônios encarnam são os ímpios
  • Noé amaldiçoa seu filho Cam
  • A posteridade de Cam
  • A dançarina de Herodes - a Psicologia
  • O Dragão deu poder à Psicologia
  • A Psicologia à serviço da serpente - o verbo do Diabo



Mas a serpente era o mais astuto de todos os animais da Terra que o Senhor Deus fizera. E ela disse à mulher: “Por que vos mandou Deus que não comêsseis de toda a árvore do paraíso?”
Respondeu-lhe a mulher: “Nós comemos do fruto das árvores, que estão no paraíso.
Mas do fruto da árvore, que está no meio do paraíso, Deus nos mandou que não comêssemos, e nem a tocássemos, não suceda que morramos.”
Porém a serpente disse à mulher: “Vós de nenhum modo morrereis.
Mas Deus sabe que, em qualquer dia que comerdes dele, se abrirão os vossos olhos, e sereis como deuses, conhecendo o bem e o mal.”
A mulher, vendo que o fruto da árvore era bom para comer, de agradável aspecto e mui apropriado para abrir a inteligência, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus, e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.
E ouviram a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e escondeu-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim.
E chamou o Senhor Deus a Adão e disse-lhe: “Onde estás?”
E ele disse: “Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.”
Disse-lhe Deus: “Mas quem te fez conhecer que estavas nu, senão o ter comido da árvore, de que eu te tinha ordenado que não comesses?"
Então disse Adão: “A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.”
E disse o Senhor Deus à mulher: “Por que fizeste isso?” E disse a mulher: “A serpente me enganou, e eu comi.”
Então o Senhor Deus disse à serpente: “Porque fizeste isso, serás maldita entre todos os animais e feras dos campos; andarás de rastos sobre o teu ventre e comerás o pó todos os dias de tua vida.
E porei inimizade entre ti e a Mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.”
E à Mulher disse: “Multiplicarei grandemente a tua dor e a tua conceição; com dor terás filhos...”

(Gênesis 3:1-16a)


Adão conheceu Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz Caim, e disse: “Possuí um homem com a ajuda do Senhor.”
E, depois, deu à luz a seu irmão Abel. E Abel foi pastor de ovelhas, e Caim lavrador.
Passado muito tempo, aconteceu oferecer Caim, em oblação ao Senhor, dos frutos da terra.
Abel, de seu lado, ofereceu dos primogênitos do seu rebanho e das gorduras dele; e o Senhor olhou com agrado para Abel e para sua oblação,
mas para Caim e para sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o seu semblante.
E o Senhor disse a Caim: “Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante?
Se praticares o bem, sem dúvida alguma poderás reabilitar-te. Mas se procederes mal, o pecado estará à tua porta, espreitando-te; mas, tu deverás dominá-lo.”
E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estando eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel e o matou.
E disse o Senhor a Caim: "Onde está Abel, teu irmão?" E ele disse: “Não sei: sou eu guardador do meu irmão?”
E disse Deus: “Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão clama a mim desde a terra.
E agora maldito és tu desde a terra, que abriu a sua boca para receber da tua mão o sangue do teu irmão.
Quando lavrares a terra, não te dará mais a sua força; fugitivo e errante serás na Terra.”
Então disse Caim ao Senhor: "É maior a minha maldade que a que possa ser perdoada.
Eis que hoje me lanças na face da Terra, e da tua face me esconderei; e serei fugitivo e errante na Terra, e será que todo aquele que me achar me matará.”
O Senhor, porém, disse-lhe: “Portanto, qualquer que matar a Caim sete vezes será castigado.” E pôs o Senhor um sinal em Caim, para que não ferisse qualquer que o achasse.
Caim retirou-se da presença do Senhor, e foi habitar na região de Nod, ao oriente do Éden.

(Gênesis 4:1-16)


Quem comete o pecado é do Diabo, porque o Diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para desfazer as obras do Diabo.
Todo aquele que nasceu de Deus não comete pecado, porque leva dentro de si a semente de Deus: não pode pecar, porque nasceu de Deus.
Desse modo, torna-se claro quais são os filhos de Deus e quais são filhos do Diabo: todo aquele que não pratica a justiça, isto é, que não ama a seu irmão, não é de Deus.
Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o princípio, que nos amemos uns aos outros,
não sendo como Caim, que era do Maligno, e matou a seu irmão. E por que o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas.

(1João 3:8-12) João Evangelista


A DESCENDÊNCIA DE CAIM (Jesus não descende de Caim)



E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoque; e ele edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade conforme o nome de seu filho Enoque;
E a Enoque nasceu Irade, e Irade gerou a Meujael, e Meujael gerou a Metusael e Metusael gerou a Lameque.
E tomou Lameque para si duas mulheres; o nome de uma era Ada, e o nome da outra, Zilá.
E Ada deu à luz a Jabal; este foi o pai dos que habitam em tendas e têm gado.
E o nome do seu irmão era Jubal; este foi o pai de todos os que tocam harpa e órgão.
E Zilá também deu à luz a Tubalcaim, mestre de toda a obra de cobre e ferro; e a irmã de Tubalcaim foi Noema.

E disse Lameque a suas mulheres Ada e Zilá: Ouvi a minha voz; vós, mulheres de Lameque, escutai as minhas palavras; porque eu matei um homem por me ferir, e um jovem por me pisar.
Porque sete vezes Caim será castigado; mas Lameque setenta vezes sete.
E tornou Adão a conhecer a sua mulher; e ela deu à luz um filho, e chamou o seu nome Sete; porque, disse ela, Deus me deu outro filho em lugar de Abel; porquanto Caim o matou.
E a Sete também nasceu um filho; e chamou o seu nome Enos; então se começou a invocar o nome do Senhor.

(Gênesis 4:17-26)


A DESCENDÊNCIA DE ADÃO (Jesus descendente de Adão)



E, estando o povo em expectação, e pensando todos de João, em seus corações, se porventura seria o Cristo,
Respondeu João a todos, dizendo: Eu, na verdade, batizo-vos com água, mas eis que vem aquele que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar a correia das alparcas; esse vos batizará com o Espírito Santo e com fogo.
Ele tem a pá na sua mão; e limpará a sua eira, e ajuntará o trigo no seu celeiro, mas queimará a palha com fogo que nunca se apaga.
E assim, admoestando-os, muitas outras coisas também anunciava ao povo.
Sendo, porém, o tetrarca Herodes repreendido por ele por causa de Herodias, mulher de seu irmão Filipe, e por todas as maldades que Herodes tinha feito,
Acrescentou a todas as outras ainda esta, a de encerrar João num cárcere.
E aconteceu que, como todo o povo se batizava, sendo batizado também Jesus, orando ele, o céu se abriu;
E o Espírito Santo desceu sobre ele em forma corpórea, como pomba; e ouviu-se uma voz do céu, que dizia: Tu és o meu Filho amado, em ti me comprazo.
E o mesmo Jesus começava a ser de quase trinta anos, sendo (como se cuidava) filho de José, e José de Heli,
E Heli de Matã, e Matã de Levi, e Levi de Melqui, e Melqui de Janai, e Janai de José,
E José de Matatias, e Matatias de Amós, e Amós de Naum, e Naum de Esli, e Esli de Nagaí,
E Nagaí de Máate, e Máate de Matatias, e Matatias de Semei, e Semei de José, e José de Jodá,
E Jodá de Joanã, e Joanã de Resá, e Resá de Zorobabel, e Zorobabel de Salatiel, e Salatiel de Neri,
E Neri de Melqui, e Melqui de Adi, e Adi de Cosã, e Cosã de Elmadã, e Elmadã de Er,
E Er de Josué, e Josué de Eliézer, e Eliézer de Jorim, e Jorim de Matã, e Matã de Levi,
E Levi de Simeão, e Simeão de Judá, e Judá de José, e José de Jonã, e Jonã de Eliaquim,
E Eliaquim de Meleá, e Meleá de Mená, e Mená de Matatá, e Matatá de Natã, e Natã de Davi,
E Davi de Jessé, e Jessé de Obede, e Obede de Boaz, e Boaz de Salá, e Salá de Naassom,
E Naassom de Aminadabe, e Aminadabe de Arão, e Arão de Esrom, e Esrom Perez, e Perez de Judá,
E Judá de Jacó, e Jacó de Isaque, e Isaque de Abraão, e Abraão de Terá, e Terá de Nacor,
E Nacor de Seruque, e Seruque de Ragaú, e Ragaú de Fáleque, e Fáleque de Eber, e Eber de Salá,
E Salá de Cainã, e Cainã de Arfaxade, e Arfaxade de Sem, e Sem de Noé, e Noé de Lameque,
E Lameque de Matusalém, e Matusalém de Enoque, e Enoque de Jarete, e Jarete de Maleleel, e Maleleel de Cainã,
E Cainã de Enos, e Enos de Sete, e Sete de Adão, e Adão de Deus.

(Lucas 3:15-38)


Este é o livro das gerações de Adão. No dia em que Deus criou o homem, à semelhança de Deus o fez.
Homem e mulher os criou; e os abençoou e chamou o seu nome Adão, no dia em que foram criados.
E Adão viveu cento e trinta anos, e gerou um filho à sua semelhança, conforme a sua imagem, e pôs-lhe o nome de Sete.
E foram os dias de Adão, depois que gerou a Sete, oitocentos anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias que Adão viveu, novecentos e trinta anos, e morreu.
E viveu Sete cento e cinco anos, e gerou a Enos.
E viveu Sete, depois que gerou a Enos, oitocentos e sete anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias de Sete novecentos e doze anos, e morreu.
E viveu Enos noventa anos, e gerou a Cainã.
E viveu Enos, depois que gerou a Cainã, oitocentos e quinze anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias de Enos novecentos e cinco anos, e morreu.
E viveu Cainã setenta anos, e gerou a Maalaleel.
E viveu Cainã, depois que gerou a Maalaleel, oitocentos e quarenta anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias de Cainã novecentos e dez anos, e morreu.
E viveu Maalaleel sessenta e cinco anos, e gerou a Jerede.
E viveu Maalaleel, depois que gerou a Jerede, oitocentos e trinta anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias de Maalaleel oitocentos e noventa e cinco anos, e morreu.
E viveu Jerede cento e sessenta e dois anos, e gerou a Enoque.
E viveu Jerede, depois que gerou a Enoque, oitocentos anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias de Jerede novecentos e sessenta e dois anos, e morreu.
E viveu Enoque sessenta e cinco anos, e gerou a Matusalém.
E andou Enoque com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias de Enoque trezentos e sessenta e cinco anos.
E andou Enoque com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou.
E viveu Matusalém cento e oitenta e sete anos, e gerou a Lameque.
E viveu Matusalém, depois que gerou a Lameque, setecentos e oitenta e dois anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias de Matusalém novecentos e sessenta e nove anos, e morreu.
E viveu Lameque cento e oitenta e dois anos, e gerou um filho,
A quem chamou Noé, dizendo: Este nos consolará acerca de nossas obras e do trabalho de nossas mãos, por causa da terra que o Senhor amaldiçoou.
E viveu Lameque, depois que gerou a Noé, quinhentos e noventa e cinco anos, e gerou filhos e filhas.
E foram todos os dias de Lameque setecentos e setenta e sete anos, e morreu.
Com a idade de quinhentos anos, Noé gerou Sem, Cam e Jafet.

(Gênesis 5)


E disse o Senhor Deus à mulher: “Por que fizeste isso?” E disse a mulher: “A serpente me enganou, e eu comi.”
Então o Senhor Deus disse à serpente: “Porque fizeste isso, serás maldita entre todos os animais e feras dos campos; andarás de rastos sobre o teu ventre e comerás o pó todos os dias de tua vida.
E porei inimizade entre ti e a Mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.”
E à Mulher disse: “Multiplicarei grandemente a tua dor e a tua conceição; com dor terás filhos...”

(Gênesis 3:13-16a)


E viu-se um grande sinal no céu: uma Mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça.
Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias de dar à luz.

(Apocalipse 12:1-2)


Pois sabemos que toda a criação geme e sofre como que dores de parto até o presente dia.

(Romanos 8:22) Paulo


E viu-se outro sinal no céu, e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas.
E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-as sobre a Terra...

(Apocalipse 12:3-4a)


Sucedeu que, quando os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra, e lhes nasceram filhas,
viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas; e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.
Então disse o Senhor: "O meu Espírito não permanecerá para sempre no homem, porquanto ele é carne, mas os seus dias serão cento e vinte anos."
Naqueles dias estavam os nefilins na Terra, e também depois, quando os filhos de Deus conheceram as filhas dos homens, as quais lhes deram filhos. Esses nefilins eram os valentes, os homens de renome, que houve na antiguidade.
Viu o Senhor que era grande a maldade do homem na Terra, e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era má continuamente.
Então arrependeu-se o Senhor de haver feito o homem na Terra, e isso lhe pesou no coração.

E disse o Senhor: "Destruirei da face da terra o homem que criei, tanto o homem como o animal, os répteis e as aves do céu; porque me arrependo de os haver feito."
Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor.
Estas são as gerações de Noé. Era homem justo e perfeito em suas gerações, e andava com Deus.
Noé teve três filhos: Sem, Cam e Jafet.
A Terra, porém, estava corrompida diante de Deus, e cheia de violência.
Viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a Terra.
Então disse Deus a Noé: "O fim de toda carne é chegado perante mim; porque a Terra está cheia da violência dos homens; eis que os destruirei juntamente com a terra.

Faze para ti uma arca de madeira de gôfer: farás compartimentos na arca, e a revestirás de betume por dentro e por fora."

(Gênesis 6:1-14)


Depois disse o Senhor a Noé: "Entra na arca, tu e toda a tua casa, porque tenho visto que és justo diante de mim nesta geração.
De todos os animais limpos levarás contigo sete e sete, o macho e sua fêmea; mas dos animais que não são limpos, dois, o macho e sua fêmea;
também das aves do céu sete e sete, macho e fêmea, para se conservar em vida sua espécie sobre a face de toda a Terra.
Porque, passados ainda sete dias, farei chover sobre a terra quarenta dias e quarenta noites, e exterminarei da face da Terra todas as criaturas que fiz."
E Noé fez segundo tudo o que o Senhor lhe ordenara.
Tinha Noé seiscentos anos de idade, quando o dilúvio veio sobre a terra.
Noé entrou na arca com seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos, por causa das águas do dilúvio.

(Gênesis 7:1-7)


Veio o dilúvio sobre a terra durante quarenta dias; e as águas cresceram e levantaram a arca, e ela se elevou por cima da terra.
Prevaleceram as águas e cresceram grandemente sobre a terra; e a arca vagava sobre as águas.
As águas prevaleceram excessivamente sobre a terra; e todos os altos montes que havia debaixo do céu foram cobertos.
Quinze côvados acima deles prevaleceram as águas; e assim foram cobertos.
Pereceu toda a carne que se movia sobre a terra, tanto ave como gado, animais selvagens, todo réptil que se arrasta sobre a terra, e todo homem.
Tudo o que tinha fôlego do espírito de vida em suas narinas, tudo o que havia na terra seca, morreu.
Assim foram exterminadas todas as criaturas que havia sobre a face da terra, tanto o homem como o gado, o réptil, e as aves do céu; todos foram exterminados da terra; ficou somente Noé, e os que com ele estavam na arca.
E prevaleceram as águas sobre a terra cento e cinquenta dias.

(Gênesis 7:17-24)


Deus lembrou-se de Noé, de todos os animais e de todo o gado, que estavam com ele na arca; e Deus fez passar um vento sobre a terra, e as águas começaram a diminuir.
Cerraram-se as fontes do abismo e as janelas do céu, e a chuva do céu se deteve;
as águas se foram retirando de sobre a terra; no fim de cento e cinquenta dias começaram a minguar.
No sétimo mês, no dia dezessete do mês, repousou a arca sobre os montes de Arará.

(Gênesis 8:1-4)


No ano seiscentos e um, no mês primeiro, no primeiro dia do mês, secaram-se as águas de sobre a terra. Então Noé tirou a cobertura da arca: e olhou, e eis que a face da terra estava enxuta.
No segundo mês, aos vinte e sete dias do mês, a terra estava seca.
Então falou Deus a Noé, dizendo:
"Sai da arca, tu, e juntamente contigo tua mulher, teus filhos e as mulheres de teus filhos. Todos os animais que estão contigo, de toda a carne, tanto aves como gado e todo réptil que se arrasta sobre a terra, traze-os para fora contigo; para que se reproduzam abundantemente na terra, frutifiquem e se multipliquem sobre a terra."
Então saiu Noé, e com ele seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos;
todo animal, todo réptil e toda ave, tudo o que se move sobre a terra, segundo as suas famílias, saiu da arca.
Edificou Noé um altar ao Senhor; e tomou de todo animal limpo e de toda ave limpa, e ofereceu holocaustos sobre o altar.
Sentiu o Senhor o suave cheiro e disse em seu coração: "Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem; porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice; nem tornarei mais a ferir todo vivente, como acabo de fazer.
Enquanto a terra durar, não deixará de haver sementeira e ceifa, frio e calor, verão e inverno, dia e noite."

(Gênesis 8:13-22)


Abençoou Deus a Noé e a seus filhos, e disse-lhes: "Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra.
Terão medo e pavor de vós todo animal da terra, toda ave do céu, tudo o que se move sobre a terra e todos os peixes do mar; nas vossas mãos são entregues.
Tudo quanto se move e vive vos servirá de mantimento, bem como a erva verde; tudo vos tenho dado.
A carne, porém, com sua vida, isto é, com seu sangue, não comereis.
Certamente requererei o vosso sangue, o sangue das vossas vidas; de todo animal o requererei; como também do homem, sim, da mão do irmão de cada um requererei a vida do homem.
Quem derramar sangue de homem, pelo homem terá o seu sangue derramado; porque Deus fez o homem à sua imagem.
Mas vós frutificai, e multiplicai-vos; povoai abundantemente a terra, e multiplicai-vos nela."
Disse também Deus a Noé, e a seus filhos com ele:
"O arco estará nas nuvens, e olharei para ele a fim de me lembrar do pacto perpétuo entre Deus e todo ser vivente de toda a carne que está sobre a Terra."
Disse Deus a Noé ainda: "Esse é o sinal do pacto que tenho estabelecido entre mim e toda a carne que está sobre a Terra."
Os filhos de Noé que saíram da arca eram Sem, Cam e Jafet. Cam era o pai de Canaã.
Estes três foram os filhos de Noé; e destes foi povoada toda a Terra.
E começou Noé a cultivar a terra e plantou uma vinha.
Bebeu do vinho, e embriagou-se; e achava-se nu dentro da sua tenda.
Cam, o pai de Canaã, vendo a nudez de seu pai, saiu e foi contá-lo aos seus irmãos.
Mas, Sem e Jafet, tomando uma capa, puseram-na sobre os seus ombros e foram cobrir a nudez de seu pai, andando de costas; e não viram a nudez de seu pai, pois que tinham os seus rostos voltados.
Despertado que foi Noé do seu vinho, soube o que seu filho mais moço lhe fizera;
e disse: "Maldito seja Canaã..."

(Gênesis 9:16-25a)


Quando o espírito imundo sai de um homem, anda por lugares desertos, buscando repouso, e não o encontra.
Então diz: "Voltarei para a minha casa, donde saí." E, voltando, acha-a desocupada, varrida e adornada.
Vai então e traz consigo outros sete espíritos piores do que ele, e entrando se estabelecem aí. E o último estado desse homem torna-se pior do que o primeiro. Assim acontecerá com esta geração péssima.

(Mateus 12:43-45) Jesus


"Maldito seja Canaã," disse ele; "que ele seja o último dos escravos de seus irmãos!"
E acrescentou : "Bendito seja o Senhor Deus de Sem, e Canaã seja seu escravo!
Que Deus dilate a Jafet; e este habite nas tendas de Sem, e Canaã seja seu escravo!"
Noé viveu ainda depois do dilúvio trezentos e cinquenta anos.
A duração total da vida de Noé foi de novecentos e cinquenta anos; e morreu.

(Gênesis 9:25-29)


Eis a posteridade dos filhos de Noé: Sem, Cam e Jefet. Estes tiveram filhos depois do dilúvio.
Filhos de Jafet: Gomer, Magog, Madai, Javã, Tubal, Mosoc e Tiras.
Os filhos de Gomer: Asquenaz, Rifate e Togarma.
Os filhos de Javã: Elisá, Társis, Quitim e Dodanim.
Por estes foram repartidas as ilhas das nações nas suas terras, cada qual segundo a sua língua, segundo as suas famílias, entre as suas nações.
filhos de Cam: Cush, Mesraim, Fur e Canaã.
Filhos de Cush: Saba, Hévila, Sabata, Regna e Sabataca. Filhos de Regna: Sabá e Dadã.
Cuch gerou Nemrod, que foi o primeiro valente da Terra.
Ele foi um grande caçador diante do Senhor. Donde a expressão: "Como a Nemrod, grande caçador diante do Eterno."
Ele estabeleceu o seu reino primeiramente em Babilônia, Arac, Acad e em Calane, na terra de Senaar.
Desta mesma terra saiu ele para a Assíria e edificou Nínive, Reobote-Ir, Calá,
e Resem, a grande cidade entre Nínive e Cale.
Mesraim gerou os ludim, os anamim, os laabim, os neftuim,
os fetrusim, os casluim e os caftorim, donde saíram os filisteus.
Canaã gerou a Sidom, seu primogênito, e Hete,
e ao jebuseu, o amorreu, o girgaseu,
o heveu, o arqueu, o sineu,
o arvadeu, o zemareu e o hamateu. Depois se espalharam as famílias dos cananeus.
Foi o termo dos cananeus desde Sidom, em direção a Gerar, até Gaza; e daí em direção a Sodoma, Gomorra, Admá e Zeboim, até Lasa.
Estes são os filhos de Cam segundo suas famílias, suas línguas, em seus diversos países e suas nações.

(Gênesis 10:1-20)


O mundo inteiro falava a mesma língua, com as mesmas palavras.
Alguns homens, partindo para o oriente, encontraram na terra de Senaar uma planície onde se estabeleceram.
E disseram uns aos outros: "Eia, façamos tijolos e queimemo-los bem." E foi-lhes o tijolo por pedra, e o betume, por cal.
Depois disseram: "Vamos, façamos para nós uma cidade e uma torre cujo cimo atinja os céus. Tornemos assim célebre o nosso nome, para que não sejamos dispersos pela face de toda a Terra."
Então, desceu o Senhor para ver a cidade e a torre que os filhos dos homens edificavam;
e disse: "Eis que são um só povo e têm todos a mesma língua; e começaram a fazer esta obra, e não desistirão do seu intento, até que tenham de todo executado.
Vamos; desçamos para lhes confundir a linguagem, de sorte que já não se compreendam um ao outro."
Assim, o Senhor os espalhou dali sobre a face de toda a Terra; e cessaram de edificar a cidade.
Por isso, se chamou o seu nome Babel, porquanto ali confundiu o Senhor a língua de toda a Terra e dali os espalhou o Senhor sobre a face de toda a Terra.

(Gênesis 11:1-9)


Não quero que ignoreis, irmãos, que os nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem e que todos passaram através do mar.
Todos foram batizados em Moisés, na nuvem e no mar;
todos comeram do mesmo alimento espiritual;
e beberam todos de uma mesma bebida espiritual, porque bebiam da pedra espiritual que os seguia; e a pedra era Cristo.
Mas de muitos deles Deus não se agradou. Pelo que foram prostrados no deserto.
E todos esses fatos serviram de exemplo para nós, a fim de não cobiçarmos coisas más, como eles cobiçaram.
Não vos façais, pois idólatras, como alguns deles; conforme está escrito: O povo assentou-se a comer e a beber e levantou-se para folgar.
E não nos prostituamos, como alguns deles fizeram e caíram num dia vinte e três mil.

Não tentemos o Senhor como alguns deles tentaram, pelo que pereceram mordidos pelas serpentes.
Nem murmurei, como murmuraram alguns deles e foram mortos pelo exterminador.

Ora, todas estas coisas lhe sucederam para nosso exemplo e foram escritas para nos servirem de advertência, a nós que chegamos aos fins dos tempos.
Portanto, quem pensa estar de pé veja que não caia.
Ainda não vos surpreendeu nenhuma tentação que não fosse humana; e Deus é fiel, o qual não permitirá que sejais tentados além do que podem as vossas forças, antes fará que tireis ainda vantagem da mesma tentação, para a poderdes suportar.
Portanto, caríssimos meus, fugi da idolatria.

(1Coríntios 10:1-14) Paulo


Então, partiram do monte Hor, pelo caminho do Mar Vermelho, a rodear a terra de Edom; porém a alma do povo angustiou-se neste caminho.
E o povo falou contra Deus e contra Moisés: "Por que nos fizestes subir do Egito, para que morrêssemos nesse deserto? Pois, aqui, nem pão nem água há, e a nossa alma tem fastio deste pão tão vil."
Então, o Senhor mandou entre o povo serpentes ardentes, que morderam o povo; e morreu muito povo de Israel.
Pelo que o povo veio a Moisés e disse: "Havemos pecado, porquanto temos falado contra o Senhor e contra ti; ora ao Senhor que tire de nós estas serpentes." Então, Moisés orou pelo povo.
E disse o Senhor a Moisés: "Faze uma serpente ardente e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo mordido que olhar para ela."
Então Moisés fez uma serpente de bronze e colocou no alto de um poste. Quando alguém era mordido por uma serpente, olhava para a serpente de bronze e ficava curado.

(Números 21:4-9)


E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do Homem seja levantado,
para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Porque Deus amou de tal modo o mundo que lhe deu o seu FILHO ÚNICO, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele.
Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado; porque não crê no NOME DO FILHO ÚNICO DE DEUS.

(João 3:14-18)


... e o nome pelo qual se chama é a PALAVRA DE DEUS.

(Apocalipse 19:13b)


Bem aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na Lei do Senhor, e na sua Lei medita de dia e de noite.
Pois será como árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará. Os ímpios não são assim! Mas são como a palha que o vento leva.
Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.
Porque o Senhor vela pelo caminho dos justos, ao passo que o dos ímpios leva à perdição.

(Salmos 1)


Digo-vos que, naquela noite, estarão dois numa cama; um será tomado, o outro será deixado.
Duas estarão juntas, moendo; uma será tomada, e outra será deixada.
Dois estarão no campo, um será tomado, e outro será deixado.
Perguntaram-lhe os discípulos: "Onde será isto, Senhor?" Respondeu-lhes: "Onde estiver o cadáver, ali também se reunirão as águias."

(Lucas 17:34-37) Jesus


E viu-se outro sinal no céu, e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas.
E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-se sobre a Terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar a luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o Filho.

(Apocalipse 12:3-4)


O rei Herodes ouviu falar de Jesus, cujo nome se tornara conhecido, e dizia: "Este é João Batista, que ressuscitou dentre os mortos e, por isso, manifesta-se nele o poder de fazer milagres."
Outros porém diziam: "É Elias." Outros ainda afirmavam: "É um profeta como um dos tantos profetas!"
Herodes, tendo ouvido isto, disse: "Este é aquele João, a quem eu mandei degolar, e que ressuscitou dos mortos."
De fato, Herodes havia mandado prender João e o tinha lançado no cárcere, por causa de Herodíades, mulher de seu irmão Filipe, com a qual Herodes casara.
Porque João dizia a Herodes: "Não te é lícito ter contigo a mulher de teu irmão."
Herodíades, por isso, armava ciladas contra ele, e queria matá-lo, mas não podia,
porque Herodes temia a João, sabendo que era homem justo e santo, e o tinha sob custódia. Ouvindo-o, ficava muito perplexo e o escutava com prazer.
Chegou, porém, o dia oportuno, quando Herodes, pelo seu aniversário, ofereceu um banquete aos grandes da corte, aos oficiais e aos principais da Galiléia.
Tendo entrado e dançado a filha de Herodíades, agradou a Herodes e aos convidados. O rei disse à jovem: "Pede-me o que quiseres e eu to darei."
E lhe jurou: "Tudo o que pedires to darei, ainda que seja a metade do meu reino."

(Marcos 6:14-23)


Se Satanás também está dividido contra si mesmo, como há de manter-se o seu reino?...

(Lucas 11:18a)


Ela, tendo saído, disse a sua mãe: "Que hei de pedir?" Ela respondeu-lhe: "A cabeça de João Batista."
E tornando logo a entrar pressurosa, onde estava o rei, formulou seu pedido dizendo: "Quero que sem mais demora me dês, em um prato, a cabeça de João Batista."
O rei ficou consternado, mas, por causa do juramento e dos convidados, não quis recusar.
Enviando um dos da sua guarda, mandou-lhe trouxesse a cabeça de João num prato. E indo, o degolou no cárcere.
E trouxe a cabeça num prato e deu-a à jovem, e esta a deu à sua mãe.

(Marcos 6:24-28)


E adoraram o Dragão que deu à Besta o seu poder; e adoraram a Besta, dizendo: "Quem é semelhante à Besta? Quem poderá batalhar contra ela?"

(Apocalipse 13:4)


Tendo conhecimento disto, os discípulos de João foram buscar o seu corpo e depositaram-no num sepulcro.

(Marcos 6:29)


Ouvistes o que foi dito aos antigos: “Não matarás”: mas qualquer que matar será réu de juízo.
Eu, porém vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão será réu de juízo, e qualquer que chamar seu irmão de raca será réu do Sinédrio; e qualquer que lhe chamar de louco será réu do fogo do inferno.

(Mateus 5:21-22) Jesus


Vós tendes por pai ao Diabo e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele; quando ele profere a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.

(João 8:44) Jesus


O Espírito diz claramente que nos últimos tempos alguns renegarão a fé, para dar atenção a espíritos sedutores e a doutrinas demoníacas.
Que com hipocrisia apregoarão a mentira e terão cauterizada a sua consciência.

(1Timóteo 4:1-2) Paulo


Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados e descaiais da vossa firmeza.

(2Pedro 3:17) Pedro


Em ti aceitam-se presentes para derramar sangue, tu recebes a usura e os juros, fazes violência ao próximo para despojá-lo; levado da avareza, caluniavas os teus próximos e esquecestes de mim, diz o Senhor Deus.
Muito em breve, porém, vou bater palmas devido às pilhagens que tens feito e ao sangue em ti derramado.
Porventura estará firme o teu coração, ou prevalecerão as tuas mãos contra mim, nos calamitosos dias em que eu farei vir sobre ti? Eu, o Senhor o disse e o farei.

(Ezequiel 22:12-14)


Não te aconselhes com aquele que te arma traições, esconde tuas intenções àquele que te tem inveja.
Todo conselheiro dá sua opinião, mas há conselheiros que só têm em vista o próprio interesse.
Estejas prevenido quando tratar-se de um conselheiro; informa-te primeiro quais são os seus interesses, pois ele pensa em si mesmo antes de tudo.
Não suceda talvez que finque na terra uma estaca:
"Estás no bom caminho," enquanto se põe defronte para ver o que te acontecerá.
Consulta sobre santidade com um homem sem religião, com um injusto sobre justiça, com uma mulher sobre outra de que ela tem ciúme; com um negociante acerca do tráfico de mercadorias, com o comprador sobre a venda, com um invejoso sobre o reconhecimento,
com o ímpio sobre a piedade, com o desonesto sobre a honestidade, com o operário do campo sobre qualquer trabalho,
um operário, contratado por um ano, sobre o término de seu contrato; um criado preguiçoso sobre uma grande tarefa! Não confies neles e em nenhum de seus conselhos.
Sê, porém, assíduo junto a um santo homem, quando conheceres um que seja fiel ao temor de Deus,
cuja alma se irmana à tua, e que compartilhará da tua dor quando titubeares nas trevas.
Fortalece em ti um coração prudente, pois nada tem mais valor para ti.
A alma de um santo homem descobre às vezes melhor a verdade que sete sentinelas postas em observação numa colina.
Mas em todas as coisas ora ao Altíssimo, para que ele dirija teus passos na verdade.

(Eclesiástico 37:7-19)


Homens caluniadores se acharam em ti, para derramarem o sangue...

(Ezequiel 22:9a)


Vão ficar fora os cães, os feiticeiros, os imorais, os assassinos, os idólatras e todos os que amam ou praticam a mentira.

(Apocalipse 22:15) Jesus


Estas coisas vos escrevi acerca dos que vos enganam.

(1João 2:26) João Evangelista


Guardai-vos dos cães...

(Filipenses 3:2a) Paulo



Página 2 >>
Menu Principal
<< Uniões Sexuais Ilícitas

^