A PARÁBOLA DO JUIZ INÍQUO


  • Parece que Deus nos abandonou
  • Deus ouve as nossas queixas
  • O quinto selo
  • Estamos preparados para vermos a justiça de Deus?



E chegada a hora sexta, houve trevas sobre toda a Terra até a hora nona.
E na hora nona clamou Jesus em alta voz: “Eloí, Eloí, lamá sabactaní?” O que significa: “Meu Deus, Meu Deus, por que me abandonaste?”

(Marcos 15:33-34)


Meu Deus, Meu Deus, por que me abandonastes? E permaneceis longe de minhas súplicas e de meus gemidos?
Meu Deus, clamo de dia e não me respondeis; imploro de noite e não me atendeis.

(Salmos 21:2-3(22:1-2) Davi


Eis que clamo: Violência! Mas não sou ouvido; grito: Socorro! Mas não há justiça.

(Jó 19:7) Jó


Eu, porém, Senhor, vos rogo, desde a aurora a vós se eleva a minha prece.
Por que rejeitas, Senhor, a minha oração e me ocultas tua face?
Sou miserável e desde jovem agonizo, o peso de vossos castigos me abateram.
Sobre mim tombaram vossas iras, vossos temores me aniquilaram.

(Salmos 87:14-17(88:13-16)


Os teus olhos são limpos para não veres o mal, e não poderás olhar para a iniquidade. Por que razão olhas tu para os que cometem injustiças e te conservas em silêncio, enquanto o ímpio devora os que são mais justos que ele?
E por que tratas os homens como os peixes do mar e como os répteis, que não têm quem os governe?

(Habacuque 1:13-14)


Envia a tua mão lá do alto, tira-me e livra-me das muitas águas, da mão dos filhos estranhos.
Cuja boca só diz mentiras e cuja mão só faz juramentos falsos.

(Salmos (143)144:7-8) Davi


Estendo para ti as minhas mãos, a minha alma tem sede de ti como terra sedenta.
Apressai-vos em me atender, Senhor, pois estou a ponto de desfalecer. Não me oculteis a vossa face, para que não me torne como os que descem à sepultura.

(Salmos (142)143:6-7) Davi


Até quando te esquecerás de mim, Senhor? Para sempre? Até quando apartarás de mim a tua face?
Até quando aninharei a angústia da minha alma, e, dia após dias, a tristeza no coração?
Até quando se levantará o meu inimigo contra mim? Olhai! Ouvi-me, Senhor, ó Meu Deus!
Iluminai meus olhos com vossa luz, para eu não adormecer na morte, para que meu inimigo não venha a dizer: "Venci-o;"
e meus adversários não triunfem no momento de minha queda, eu que confiei em vossa misericórdia. Antes possa meu coração regozijar-me em vosso socorro!
Então cantarei ao Senhor pelos benefícios que me concedeu.

(Salmos 12(13) Davi


Por que te apartaste tu, Senhor, para longe; desamparaste-nos na necessidade e na tribulação?
Enquanto o ímpio se enche de orgulho, é vexado o infeliz com as tribulações que aquele tramou.
Porque o pecador gloria-se dos desejos de sua alma, e o iníquo é felicitado.
Em sua arrogância, o ímpio diz: "Não há castigo, Deus não existe." É tudo e só que ele pensa.
Em todos os tempos, próspero é o curso de sua vida; vossos juízos estão acima de seu alcance; quanto a seus adversários, os despreza a todos.
Diz em seu coração: "Não serei abalado, porque nunca me verei na adversidade."
A sua boca está cheia de imprecações, de enganos e de astúcia; debaixo da sua língua há malícia e maldade.
Põe-se de emboscada na vizinhança dos povoados, mata o inocente em lugares ocultos; seus olhos vigiam o infeliz.
Como um leão no covil, espreita no escuro; arma ciladas para surpreender o infeliz, colhe-o, na sua rede, e o arrebata.
Curva-se, agacha-se no chão, e os infortunados caem em suas garras.
Porque ele disse no seu coração: "Deus esqueceu-se, apartou seu rosto para nada ver."
Levanta-te, Senhor! Ó Deus, levanta a tua mão, não te esqueças dos necessitados!
Por que blasfema de Deus o ímpio, dizendo no seu coração que tu não inquirirás?

(Salmos 9:22-34(10:1-13) Davi


Eis que se jactam à boca cheia; espadas estão nos seus lábios; porque dizem eles: Quem nos ouve?

(Salmos 58:8(59:7) Davi


Já vi de tudo nos dias da minha existência fugaz. Vi o justo perecer apesar da sua justiça, e o injusto viver longamente apesar da sua injustiça.

(Eclesiastes 7:15) Salomão


Tu és justo, ó Javé, para que eu possa discutir contigo. No entanto, eu gostaria de fazer-te uma pergunta em questão de direito: Por que alcançam bom êxito os maus em tudo quanto empreendem? E por que razão vivem felizes os pérfidos?
Vós os plantastes, e eles criam raízes, crescem e frutificam. Permaneceis em seus lábios; longe, porém, dos corações.
Mas tu, Javé, me conheces e me vês; e sabes que o meu coração está contigo. Arranca essa gente como ovelhas para o matadouro; separa-os para o dia da matança.
Até quando permanecerá a Terra em luto, e há de secar a erva dos campos? Por causa da maldade dos homens que nela habitam, animais e pássaros perecem, por haverem dito: "Não verá o Senhor o nosso fim."

(Jeremias 12:1-4)


Direi a Deus, a minha Rocha: Por que te esqueceste de mim? Por que ando angustiado por causa da opressão do inimigo?
Sinto quebrarem-se-me os ossos, quando, em seus insultos, meus adversários me repetem todos os dias: "Teu Deus, onde está ele?"

(Salmos 41:10-11(42:9-10)


Poderá acaso aliar-se a ti um tribunal criminoso, que dita injustiças em nome da lei?
Atentam contra a alma do justo, e condenam o sangue inocente.

(Salmos (93)94:20-21)


Ouvi, Senhor, a minha oração, escutai os meus clamores, não fiqueis insensível às minhas lágrimas. Diante de vós não sou mais que um viajor.
Afastai de mim a vossa ira para que eu tome alento, antes que me vá para não mais voltar.

(Salmos 38:13-14(39:12-13) Davi


Ó Senhor Deus, a quem a vingança pertence, ó Deus, a quem a vingança pertence, mostra-te resplandecente!
Levanta-te, ó juiz da Terra, devolve o merecido aos soberbos.
Até quando os ímpios, Senhor, até quando os ímpios saltarão de prazer.
E pronunciarão e falarão iniquidade, e levantarão a voz os que praticam a injustiça?
Eles esmagam vosso povo, Senhor, e oprimem vossa herança.
Trucidam a viúva e o estrangeiro, tiram a vida dos órfãos.
E dizem: "O Senhor não vê, o Deus de Jacó não presta atenção nisso!"
Tratai de compreender, ó gente estulta. Insensatos, quando cobrareis juízo?
Porventura aquele que criou o ouvido, não ouvirá? Ou o que formou os olhos, não verá?
Aquele que argui as nações, não castigará. E o que dá o conhecimento, não saberá?
O Senhor conhece os pensamentos dos homens e sabe que são vãos.

(Salmos (93)94:1-11) Davi


Vós fatigastes o Senhor com vossos discursos, e dissestes: "Em que o temos nós fatigado?" Nisso que dizeis: "Todo o que faz o mal passa por bom aos olhos do Senhor, e este lhe é agradável; ou se assim não é, onde está o Deus da justiça?"

(Malaquias 2:17)


Alguns clamam, porém Deus não responde ao orgulho dos injustos.
Certo é que Deus não ouvirá vaidade, nem atenderá para ela o Todo-Poderoso.
Quando dizes que ele não se ocupa de ti, que tua causa está diante dele, que esperas sua decisão.
Que a ira dele não intervém e que ele não cuida de nada.

(Jó 35:12-15) Eliú


As vossas palavras foram agressivas para mim, diz o Senhor; mas vós dizeis: "Que temos falado contra ti?"
Vós dizeis: "Inútil é servir a Deus; que nos aproveitou termos cuidado em guardar seus preceitos e em andar de luto diante do Senhor dos Exércitos?
Ora, pois, nós reputamos por bem aventurados os soberbos; também os que cometem impiedade se edifica; ousam, até, tentar a Deus e escapam ao castigo."

(Malaquias 3:13-15)


Não, não é a mão do Senhor que é incapaz de salvar, nem seu ouvido demasiado surdo para ouvir,
são vossos pecados que colocaram uma barreira entre vós e o vosso Deus, e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça.
Porque vossas mãos estão manchadas de sangue e vossos dedos de crimes; vossos lábios proferem mentira, vossa língua entretém pérfidas conversas.
Não há quem invoque a justiça, nem há quem julgue segundo a verdade; mas confiam no nada e dizem vaidades; eles conceberam o trabalho, e deram a luz à iniquidade.
Chocam ovos de áspide, e tecem teias de aranha. Se se comem seus ovos, morre-se, se se quebra um, sai dele uma víbora.
As suas teias não prestam para vestes, nem se poderão cobrir com as suas obras; as suas obras são obras inúteis, e nas suas mãos está sempre uma obra de iniquidade.
Seus pés correm para o mal; tem presa para derramar o sangue inocente. Meditam projetos malignos, só se encontram sobre sua passagem estrago e ruínas;
o caminho da paz lhes é desconhecido, seguem atalhos tortuosos, onde aqueles que passam ignoram a felicidade.
Eis porque o direito permanece afastado de nós, e a justiça não vem a nós. Esperamos a luz, e eis as trevas; aguardamos o dia, e andamos na escuridão.
Apalpamos as paredes como cego; sim, como os que não têm olhos, andamos apalpando; tropeçamos ao meio-dia como nas trevas; estamos na escuridão como os mortos.
Todos nós rugimos como ursos, e, meditando, gememos como pombas; esperamos a justiça, e não aparece; a salvação, e ela afastou-se de nós,
porque nossas faltas são inúmeras perante vós, e nossos pecados dão testemunho contra nós; temos consciência de nossos crimes, e conhecemos nossas iniquidades.
Pecamos e mentimos contra o Senhor; voltamos as costas para não irmos após o nosso Deus, só temos falado de opressão e de revolta, exalamos de nosso coração palavras mentirosas.
O direito é posto de lado, a justiça se mantém afastada, porque a verdade anda tropeçando pelas ruas, e a equidade não pode entrar.
Sim, a verdade desfalece, e quem se desvia do mal arrisca-se a ser despojado; e o Senhor o viu, e foi mal aos seus olhos que não houvesse justiça.

(Isaías 59:1-15)


Se nós esquecermos o Nome de Nosso Deus e estendermos as nossas mãos para um deus estranho,
porventura, não conhecerá Deus isso? Pois ele sabe os segredos do coração.
Sim por amor de ti, somos mortos todo dia; somos reputados como ovelhas para o matadouro.
Desperta! Por que dormes, Senhor? Acorda! Não nos rejeites para sempre!
Por que escondes a face e te esqueces da nossa miséria e da nossa opressão?
Pois a nossa alma está abatida até ao pó; o nosso corpo, curvado até ao chão.
Levanta-te, Senhor, ajuda-nos, e resgata-nos por amor do Teu Nome.

(Salmos 43:21-27(44:20-26)


Clama, não cesses, levanta como trombeta a tua voz, a anuncia ao meu povo as suas maldades, e à casa de Jacó os seus pecados.
Sem dúvidas eles me procuram dia após dia, desejam conhecer o comportamento que me agrada, como uma nação que houvesse sempre praticado a justiça, sem abandonar a Lei do seu Deus.
Informam-se junto a mim sobre as exigências da justiça desejam a presença de Deus.
Por que jejuamos nós, e tu não olhaste para nós? Humilhamos as nossas almas, e tu não te deste por achado disso? É porque no dia do vosso jejum se acha a vossa vontade, e porque oprimis todos os vossos devedores.
Eis que, para contendas e debates, jejuais e para dardes punhadas impiamente; não é jejuando que fareis chegar lá em cima vossa voz.
Seria este o jejum que eu escolheria: que o homem um dia aflija a sua alma, que incline a cabeça como o junco e estenda debaixo de si pano de saco grosseiro e cinza? Chamarias a isso jejum e dia aprazível ao Senhor?
Sabeis qual é o jejum que eu aprecio? - diz o Senhor Deus: É romper as cadeias injustas, desatar as cordas do jugo, mandar embora livres os oprimidos, e quebrar toda espécie de jugo.
É repartir seu alimento com o esfaimado, dar abrigo aos infelizes sem asilo, vestir os mal trapilhos, em lugar de desviar-se de seu semelhante.
Então romperá a tua luz como a aurora, a tua saúde mais depressa nascerá, a tua justiça irá adiante da tua face, a glória do Senhor te protegerá.
Então, clamarás, e o Senhor te responderá; gritarás, e ele te dirá: Eis-me aqui; acontecerá isso se tirares do meio de ti o jugo, o estender do dedo e o falar vaidade;
e, se abrires a tua alma ao faminto e fartares a alma aflita, então, a tua luz nascerá nas trevas, e a tua escuridão será como o meio-dia.
O Senhor te guiará constantemente, alimentar-te-á no árido deserto, renovará o teu vigor. Serás como um jardim irrigado, como uma fonte de águas inesgotáveis.
Serão por ti edificados os desertos de muitos séculos; tu levantarás os fundamentos das gerações antigas e serás chamado reparador de muros o restaurador das moradias em ruínas.

(Isaías 58:1-12)


Eis o que diz o Senhor: Praticai o direito e a justiça, e livrai o oprimido das mãos do opressor. Não deixeis o estrangeiro sofrer vexames e violências, nem o órfão e a viúva, nem derrameis neste lugar sangue inocente.
Se obedecerdes fielmente a esta ordem, continuarão a passar pelas portas deste palácio os reis herdeiros do trono de Davi, montados em carros e cavalos, com seus servos e seu povo.
Mas se não ouvirdes estas Palavras, juro por mim mesmo, diz o Senhor, que esta casa será convertida num deserto.

(Jeremias 22:3-5)


Casa de Davi: Eis o que diz o Senhor: Fazei justiça desde manhã e livrai das mãos do caluniador aquele que está oprimido pela violência, para que não suceda sair a minha indignação como um fogo e acender-se, e não aja quem o apague, por causa da malícia das vossas inclinações.

(Jeremias 21:12)


Até quando, Senhor, clamarei eu, sem que tu me ouças? Até quando levantarei a minha voz para ti, padecendo violência sem que tu me salves?
Por que me mostrais o espetáculo da iniquidade, e contemplais vós mesmos essa desgraça? Reduzindo-me a ver diante de mim roubos e injustiças? Se se decide uma causa em juízo, a contradição é que prevalece.
Por esta causa é quebrantada a Lei, a justiça não chega até seu fim; porque o ímpio prevalece contra o justo, por isso o direito sai falseado.
"Olhai para as nações e vede. Ficareis assombrados, pasmos, porque vou realizar em vossos dias uma obra, que não acreditareis, se vo-la contassem."

(Habacuque 1:2-5)


Vou ficar de guarda, em pé sobre a muralha; vou ficar espiando para perceber o que Javé vai me falar, para ver como vai responder à queixa que eu fiz.
Então, o Senhor me respondeu e disse: "Escreve a visão e torna-a bem legível sobre tábuas, para que a possa ler o que correndo passa.
Porque a visão é ainda para o tempo determinado, e até o fim falará, e não mentirá; se tardar, espera-o, porque certamente virá, não tardará.
Quem não é correto vai morrer, enquanto o justo viverá por sua fidelidade."

(Habacuc 2:1-4)


E assim comentavam os que temem a Javé: Javé ouviu com atenção, diante dele um Livro foi escrito para lembrar todas as coisas que são a favor dos que o temem e honram o Seu Nome.
E eles no dia em que eu hei de proceder, serão para mim, diz o Senhor dos Exércitos, um bem particular; tratá-los-ei benignamente, como um pai trata seu filho que o serve.
Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve.

(Malaquias 3:16-18)


"E invoca-me no dia da tribulação; eu te livrarei, e tu me glorificarás."
Ao pecador, porém Deus diz: "Por que recitas os Meus Mandamentos, e tens na boca as Palavras da Minha Aliança?
Tu, que aborreces meus ensinamentos e rejeitas Minhas Palavras?
Quando vês o ladrão, consentes com ele; e com adúlteros te associas.
Dás plena licença à tua boca para o mal; e a tua língua compõe o engano.
Tu te assentas para falar contra teu irmão; cobres de calúnias o filho de tua própria mãe.
Eis o que fazes, e eu hei de me calar? Pensas que sou igual a ti? Não, mas vou te repreender e te lançar em rosto os teus pecados."
Compreendei bem isto, vós que vos esqueceis de Deus: não suceda que eu vos arrebate e não haja quem vos salve.
Honra-me quem oferece retamente, a este eu mostrarei a salvação de Deus."

(Salmos 49:15-23(50:15-23)


Em todo o lugar estão os olhos do Senhor, observando os maus e os bons.

(Provérbios 15:3) Salomão


Eis que o justo é punido na Terra; quanto mais o pecador!

(Provérbios 11:31) Salomão


O justo terá a alegria de ver o castigo dos ímpios, e lavará os pés no sangue deles.
E os homens dirão: "Sim, há recompensa para o justo; sim, há um Deus para julgar a Terra."

(Salmos 57:11-12(58:10-11) Davi



O QUINTO SELO



Disse-lhes mais: "Se alguém de vós tiver um amigo e for ter com ele à meia-noite e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães,
pois que um amigo meu acaba de chegar à minha casa, duma viagem, e não tenho nada para lhe oferecer;
e ele, respondendo lá de dentro disser: Não me sejas importuno, a porta já está fechada, os meus filhos estão deitados comigo; não me posso levantar para te dar coisa alguma.
Se o outro perseverar em bater, digo-vos que, ainda que ele se não levantasse a dar-lhos, por ser seu amigo, certamente pela sua importunação se levantará e lhe dará quantos pães precisar.
Eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á;
porque qualquer que pede recebe; e quem busca acha; e a quem bate, abrir-se-lhe-á.
E qual dentre vós que, se o filho pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou também, se lhe pedir peixe, lhe dará por peixe uma serpente?
Ou também, se lhe pedir um ovo, lhe dará um escorpião?
Portanto, se vós, maus, como sois, sabeis dar coisas boas aos vossos filhos, quanto mais o Pai do céu dará o Espírito Santo para aqueles que lhe pedirem!"

(Lucas 11:5-13) Jesus


E, havendo aberto o Quinto Selo, vi debaixo do altar as almas dos que foram mortos por amor da Palavra de Deus e por causa do testemunho que eram depositários.
E clamavam em alta voz, dizendo: "Até quando, Senhor Santo e Verdadeiro, esperas fazer-nos justiça e vingar o nosso sangue dos que habitam sobre a Terra?"
E a cada um deles foram dadas vestes brancas. E foi-lhes dito que repousassem mais um pouco ainda, até que se completasse o número dos seus companheiros e o de seus irmãos, que haviam de padecer como eles a morte.

(Apocalipse 6:9-11)


... E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela Palavra de Deus, e não adoraram a Besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos.
Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.
Bem aventurados e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos.

(Apocalipse 20:4b-6)


Propôs-lhes Jesus uma parábola para mostrar que é necessário orar sempre sem jamais deixar de fazê-lo.
Havia uma certa cidade um juiz que não temia a Deus, nem respeitava pessoa alguma.
Vivia também naquela cidade uma viúva que ia procurá-lo e lhe dizia: "Faze-me justiça contra o meu adversário."
Durante muito tempo, recusou-se a atendê-la; mas, um dia disse consigo: "Embora eu não tema a Deus nem respeite os homens,
contudo já que esta viúva me incomoda, vou fazer-lhe justiça, para que me deixe e não volte a importunar-me."
Prosseguiu o Senhor: "Ouvis o que diz este juiz injusto?
Por acaso não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que estão clamando por ele dia e noite? Porventura tardará em socorrê-los?
Digo-vos que ele os vingará bem depressa. Mas quando vier o Filho do Homem, julgai vós que ele achará fé na Terra?"

(Lucas 18:1-8)


Ai dos que desejam o dia do Senhor! Para que o desejais vós? Este dia do Senhor será para vós um dia de trevas e não de luz.
Como aquele que escapa de um leão, mas dá de encontro com um urso; ou que volta para casa, mas ao tocar com a mão na parede é mordido pela serpente,
sim, o dia do Senhor será trevas e não claridade, escuridão, e não luz.

(Amós 5:18-20)


Tu és terrível, e quem te resistirá no momento da tua ira?

(Salmos 75:8(76:7)


Porque a maior parte das suas obras são ocultas; mas quem poderá explicar a sua justiça? Ou quem as poderá suportar? Porquanto os seus decretos estão longe de alguns, e o exame de todas as coisas é no último dia.

(Eclesiástico 16:22)


E, desde a hora sexta, houve trevas sobre toda a Terra, até a hora nona.
E, perto da hora nona, exclamou Jesus em alta voz, dizendo: "Eli, Eli, lemá sabactâni, o que quer dizer: "Meu Deus, Meu Deus, por que me abandonaste?"
A estas Palavras, alguns dos que lá estavam diziam: "Ele chama por Elias."
Imediatamente, um deles correu buscar uma esponja, e, embebendo-a em vinagre, colocou-a na ponta de uma vara, e lhe dava de beber.
Mas os outros disseram: "Deixa, vejamos se Elias vem salvá-lo!"

(Mateus 27:45-49)


Eis que mando eu o meu anjo, o qual preparará o caminho diante da minha face. E imediatamente o Dominador que vós buscais, e o anjo do testamento que desejais, virá ao seu Templo. Ei-lo, aí vem, diz o Senhor dos Exércitos.
Mas quem suportará o dia da sua vinda? E quem subsistirá, quando ele aparecer? Porque ele será como o fogo do ourives e como o sabão dos lavadeiros.
E sentar-se-á como um homem que se senta para fundir e refinar a prata; purificará os filhos de Levi, refiná-los-á como o ouro e como a prata, e eles oferecerão sacrifícios ao Senhor em justiça.
E o sacrifício de Judá e de Jerusalém será agradável ao Senhor, como nos séculos passados e nos primeiros anos.

(Malaquias 3:1-4)


Lembrai-vos da Lei de Moisés, meu servo, a quem prescrevi ordenações e Mandamentos para todo o Israel no Monte Horeb.
Eis que vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o dia grande e horrível do Senhor.

(Malaquias 4:4-5)


Escutem, reis, e procurem compreender. Aprendam governantes de toda a Terra.
Prestais ouvidos, vós que reinais sobre as nações e vos gloriais do número de vossos povos!
Porque é do Senhor que recebestes o poder, e é do Altíssimo que tendes o poderio; é ele que examinará vossas obras e sondará vossos pensamentos!
Porque, sendo ministros do reino, não julgastes com equidade, nem guardastes a Lei da justiça, nem andastes conforme a vontade de Deus.
Ele vos aparecerá de modo temeroso e repentinamente, porque aqueles que governam serão julgados com extremo rigor.
Porque com os pequenos se usará de comiseração; mas os poderosos serão examinados sem piedade.
O Senhor de todos não fará exceção para ninguém, e não se deixará impor pela grandeza, porque, pequenos ou grandes, é ele que a todos criou, e de todos cuida igualmente;
mas um exame severo aguarda os poderosos.
A vós, pois, ó reis, é que são dirigidos estes meus discursos, para que aprendais a Sabedoria, e não caiais.
Porque aqueles que santamente observarem as Santas Leis serão santificados, e os que as tiverem estudado poderão justificar-se.

(Sabedoria 6:1-10)



A Cidade Pecadora >>
Menu
Menu Principal
<< Por que disputais Comigo...?

^