IMPUREZAS


  • O costume dos povos e dos religiosos anulam os preceitos de Deus
  • As palavras maldosas contaminam os que a ouvem
  • Os porcos, o sangue e os cadáveres causam males
  • Os espíritos imundos se apoderam das nossas atitudes desregradas
  • Os alimentos que podem e não podem ser consumidos



Não dêem ouvidos às fábulas judaicas, nem aos mandamentos dos homens que se afastam da verdade.
Para os puros todas as coisas são puras. Para os corruptos e descrentes nada é puro: até a sua mente e consciência são corrompidas.
Proclamam que conhecem a Deus, mas na prática o renegam, destestáveis que são, rebeldes e incapazes de qualquer boa obra.

(Tito 1:14-16) Paulo


Reuniram-se em volta de Jesus os fariseus e alguns dos escribas, vindos de Jerusalém.
E perceberam que alguns dos seus discípulos comiam o pão com as mãos impuras, isto é, sem as lavar.
Porque os fariseus e todos os judeus, apegados que são à tradição dos antepassados, não comem sem primeiro lavar cuidadosamente as mãos,
e quando vêm da praça pública não comem sem se purificarem; e praticam muitas outras observâncias tradicionais, como lavar os copos, os jarros, os vasos de metal e os leitos.
Perguntavam-lhe por isso os fariseus e escribas: "Por que os teus discípulos não andam conforme a tradição dos antigos, e comem pão com mãos impuras?"

E ele, respondendo, disse-lhes: "Bem profetizou Isaías acerca de vós, hipócritas, como está escrito: Este povo honra-me com os lábios, mas o seu coração está longe de mim.
Em vão, porém, me honram, ensinando doutrinas que são mandamentos de homens.

Porque, deixando o Mandamento de Deus, observais cuidadosamente a tradição dos homens, purificando os jarros, e os copos. E assim fazeis muitas outras coisas semelhantes a estas."
E Jesus acrescentou: "Na realidade, invalidais o Mandamento de Deus para estabelecer a vossa tradição.
Porque Moisés disse: Honra teu pai e tua mãe. E todo o que amaldiçoar seu pai ou sua mãe, seja punido de morte.
Porém vós dizeis: Se alguém disser a seu pai ou a sua mãe: É oferta a Deus qualquer coisa minha que te possa ser útil;
e lhe não deixais fazer nada em favor de seu pai ou de sua mãe,
invalidando, assim, a Palavra de Deus, por causa de uma tradição de que vós mesmos fostes os autores. E fazeis ainda muitas coisas mais, semelhantes a esta."
E, chamando outra vez a multidão, disse-lhes: "Ouvi-me, vós todos, e compreendei.
Nada há fora do homem, que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai dele, isso é que contamina o homem.
Se alguém tem ouvidos de ouvir, ouça."
E, entrando em casa, longe da multidão, perguntaram-lhe seus discípulos, qual era o sentido desta parábola.
E ele disse-lhes: "Assim também vós estais sem entendimento? Não compreendeis que tudo o que de fora entra no homem não o pode contaminar,
porque não lhe entra no coração, mas vai no estômago, e por fim vai terminar numa fossa?"
E dizia: "O que sai do homem, isso é que contamina o homem.
Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos, os adultérios, as prostituições, os homicídios,
os furtos, a avareza, as maldades o engano, a dissolução, a inveja, a blasfêmia, a soberba, a loucura.
Todos esses males procedem de dentro e contaminam o homem."

(Marcos 7:1-23)


Porque o ouvido prova as palavras como o paladar a comida.

(Jó 34:3) Eliú


Partindo daí, foi para os lados de Tiro e Sidônia. Entrando em uma casa, não quis que ninguém o soubesse, mas não pode ficar despercebido,
porque uma mulher, que tinha uma filha possessa do espírito imundo, logo que ouviu falar de Jesus, entrou e prostrou-se a seus pés.

(Marcos 7:24-25)


...e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

(Apocalipse 19:13b)


Era mulher pagã, siro-fenícia de nascimento. E suplicava-lhe que expulsasse de sua filha o demônio.
Mas Jesus disse-lhe: "Deixa primeiro saciar os filhos, porque não convém tomar o pão dos filhos e lançá-los aos cachorrinhos."
Ela, porém, respondeu e disse-lhe: "Sim Senhor; mas também os cachorrinhos comem, debaixo da mesa, as migalhas dos filhos."
Jesus respondeu-lhe: "Por causa desta palavra, vai-te, que saiu o demônio de tua filha."

Voltou ela para casa e achou a menina deitada na cama. O demônio havia saído.
Jesus, tornando a sair dos confins de Tiro, foi por Sidônia ao mar da Galiléia, atravessando o território da Decápole.
Conduziram-lhe então um surdo-mudo e lhe suplicavam que impusesse a mão sobre ele.
Levando-o à parte, afastado da turba, colocou os dedos nos ouvidos dele e pôs da própria saliva na língua dele.

(Marcos 7:26-33)


As Palavras do Senhor são palavras puras como prata refinada em forno de barro e purificada sete vezes.

(Salmos 11:7(12:6) Davi


E, olhando para o céu, suspirou e disse-lhe: "Efatá!" que significa: "Abre-te!"
Imediatamente se lhe abriram os ouvidos, soltou-se-lhe a prisão da língua e falava claramente.
E mandou-lhes que a ninguém o dissessem. Porém, quanto mais Jesus proibia, tanto mais eles o publicavam.
cheios de admiração, diziam: "Tudo fez admiravelmente. Fez ouvir os surdos e falar os mudos."

(Marcos 7:34-37)


Não são as Minhas Palavras como um fogo, diz o Senhor, e como um martelo que quebra a pedra?
Portanto, eis que eu sou contra os profetas diz o Senhor, que furtam as Minhas Palavras cada um ao seu companheiro.
Eis que sou contra os profetas, diz o Senhor, que usam de sua língua e dizem: "Ele disse."
Eis que sou contra os que profetizam sonhos mentirosos, diz o Senhor e o contam, e fazem errar o meu povo com as suas mentiras e com as suas leviandades; pois eu não os enviei, nem lhes dei ordem e não trouxeram proveito nenhum a este povo, diz o Senhor.
Se te perguntar, pois, este povo, ou um profeta, ou um sacerdote, dizendo: "Qual é o peso do Senhor?" Tu lhes dirás: Vós sois o peso, porque eu vos ei de arrojar para longe de mim, diz o Senhor.

(Jeremias 23:29-33)


... a cada um lhe servirá de peso a sua própria palavra. Vós torceis as Palavras do Deus Vivo, do Senhor dos Exércitos, o Nosso Deus.

(Jeremias 23:36b)


Mas a serpente era o mais astuto de todos os animais da Terra que o Senhor Deus fizera. E ela disse à mulher: “Por que vos mandou Deus que não comêsseis de toda a árvore do paraíso?”
Respondeu-lhe a mulher: “Nós comemos do fruto das árvores, que estão no paraíso.
Mas do fruto da árvore, que está no meio do paraíso, Deus nos mandou que não comêssemos, e nem a tocássemos, não suceda que morramos.”
Porém a serpente disse à mulher: “Vós de nenhum modo morrereis.
Mas Deus sabe que, em qualquer dia que comerdes dele, se abrirão os vossos olhos, e sereis como deuses, conhecendo o bem e o mal.”
A mulher, vendo que o fruto da árvore era bom para comer, de agradável aspecto e mui apropriado para abrir a inteligência, tomou do seu fruto, e comeu, e deu também a seu marido, e ele comeu com ela.
Então foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus, e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais.
E ouviram a voz do Senhor Deus, que passeava no jardim pela viração do dia; e escondeu-se Adão e sua mulher da presença do Senhor Deus, entre as árvores do jardim.
E chamou o Senhor Deus a Adão e disse-lhe: “Onde estás?”
E ele disse: “Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.”
Disse-lhe Deus: “Mas quem te fez conhecer que estavas nu, senão o ter comido da árvore, de que eu te tinha ordenado que não comesses?"
Então disse Adão: “A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.”
E disse o Senhor Deus à mulher: “Por que fizeste isso?” E disse a mulher: “A serpente me enganou, e eu comi.”
Então o Senhor Deus disse à serpente: “Porque fizeste isso, serás maldita entre todos os animais e feras dos campos; andarás de rastos sobre o teu ventre e comerás o pó todos os dias de tua vida.
E porei inimizade entre ti e a mulher e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.
E à mulher disse: "Multiplicarei grandemente a dor da tua conceição; em dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará."
E a Adão disse: "Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: "Não comerás dela, maldita é a Terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.
Ela te produzirá espinhos e abrolhos, e tu comerás a erva da terra.
Do suor do teu rosto comerás o teu pão, até que tornes à terra, porque dela foste tomado; porquanto és pó, e ao pó tornarás.

(Gênesis 3:1-19)


...Esta será uma Lei perpétua para os israelitas e para o estrangeiro que habita no meio deles.
Quem tocar o cadáver de um homem qualquer será impuro sete dias,
ao terceiro dia, se purificará com a água e, ao sétimo dia, será limpo; mas, se ao terceiro dia se não purificar; não será limpo ao sétimo dia.
Todo que tiver tocado o cadáver de um homem qualquer, e não se purificar, manchará a Casa do Senhor, será cortado de Israel. Não tendo corrido sobre ele a água lustral, ficará impuro, e sua impureza permanecerá sobre ele.
Esta é a Lei: quando um homem morre na sua tenda. todos os que entrarem na sua tenda, e todos os utensílios que ali há, serão impuros durante sete dias.
Todo o recipiente que estiver aberto, sobre o qual não houver uma cobertura ou tampa, ficará impuro.
Quem tocar em campo aberto, o cadáver de um homem que tenha sido apunhalado, ou qualquer morto, ou ossos humanos, ou uma sepultura, ficará impuro por sete dias.

(Números 19:10b-16)


E chegando à outra margem do mar, à província dos gadarenos.
Ao sair Jesus da barca, foi logo ter com ele dos sepulcros, um homem possesso de um espírito imundo,
o qual tinha sua morada nos sepulcros, e ninguém conseguia prendê-lo, nem mesmo com uma corrente.
Pois já fora preso várias vezes com grilhões e correntes, e quebrara as correntes e despedaçara os grilhões; ninguém era capaz de o dominar.
E sempre, de dia e de noite, andava pelos sepulcros e pelos montes, gritando, e ferindo-se com pedras.
Avistando Jesus ao longe, correu, prostrou-se diante dele.

(Marcos 5:1-6)


...e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

(Apocalipse 19:13b)


E clamando em alta voz disse: “Que tenho eu a ver contigo, ó Jesus, Filho do Deus Altíssimo. Eu te conjuro por Deus: não me atormentes!”
Porque Jesus lhe dizia: “Espírito imundo, sai desse homem!”
E perguntou-lhe: “Que nome é o teu?” Ele respondeu: “O meu nome é legião, porque somos muitos.”

(Marcos 5:7-9)


Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo nome.
Para que ao nome de Jesus, todo o joelho se dobre nos céus, na terra e nos infernos
e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor para glória de Deus Pai.

(Filipenses 2:9-11) Paulo


E suplicavam-lhe insistentemente que os não expulsasse daquela região.
Ora, uma grande manada de porcos andava pastando ali junto do monte.
E todos aqueles demônios lhe rogaram, dizendo: “Manda-nos para aqueles porcos, para que entremos neles.”

(Marcos 5:10-12)


Não comerás coisa alguma abominável.
Estes são os animais que deveis comer: O boi, a ovelha, a cabra,
cervo, gazela, gamo, cabrito montês, antílope, órix e cabra selvagem.
Comereis de todos os animais que têm unha e o pé fendidos, e que ruminam.
Mas não comereis daqueles que somente ruminam ou somente tenham a unha e o pé fendidos, tais como o camelo, a lebre, o coelho, que ruminam mas não têm a unha fendida tê-lo-eis por impuros.
Igualmente o porco, que tem a unha fendida mas não rumina: tê-lo-eis por impuro. Não comereis suas carnes, nem tocareis nos seus cadáveres.

(Deuteronômio 14:3-8)


Jesus imediatamente concedeu-lhes essa permissão. E saindo os espíritos imundos, entraram nos porcos; e a manada, que era de uns dois mil, foi precipitar-se com grande violência ao mar, onde todos se afogaram.
E os que apascentavam os porcos fugiram e o anunciaram na cidade e nos campos; e saíram muitos a ver o que era aquilo que tinha acontecido.
Chegando junto de Jesus, viram aquele que estivera endemoninhado, agora sentado, vestido e em seu perfeito juízo. Tiveram por isso grande temor.
E os que tinham presenciado o fato, narraram-lhe tudo o que sucedera com o endemoninhado e o caso dos porcos.
Então os outros começaram a insistir com Jesus que se afastasse do território deles.
Quando Jesus estava subindo na barca, o que fora endemoninhado começou a suplicar-lhe que o deixasse ir em sua companhia.
Mas Jesus não lho permitiu, antes disse-lhe: “Vai para tua casa, para os teus, e anuncia quão grandes coisas o Senhor te fez, e como teve piedade de ti."
E ele foi e começou a anunciar em Decápolis quão grandes coisas Jesus lhe fizera; e todos se maravilhavam.
Tendo Jesus passado de novo no barco para o outro lado, ajuntou-se a ele uma grande multidão; e ele estava à beira do mar.
Chegou um dos chefes da sinagoga, chamado Jairo e, logo que viu a Jesus, lançou-se-lhe aos pés.
e lhe rogava com instância, dizendo: "Minha filhinha está nas últimas; rogo-te que venhas e lhe imponhas as mãos para que sare e viva."
Jesus foi com ele, e seguia-o uma grande multidão, que o apertava.
Ora, certa mulher, que havia doze anos padecia de uma hemorragia,
e que tinha sofrido bastante às mãos de muitos médicos, e despendido tudo quanto possuía sem nada aproveitar, antes indo a pior,
tendo ouvido falar a respeito de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou-lhe o manto;
Dizia ela consigo: "Se tocar, ainda que seja na orla do seu manto, estarei curada."
E logo se lhe secou a fonte do seu sangue, e sentiu no seu corpo estar já curada daquele mal.

(Marcos 5:13-29)


E falou o Senhor a Moisés, dizendo:
"Fala aos filhos de Israel e dize-lhes que nas bordas das suas vestes façam franjas, pelas suas gerações; e nas franjas das bordas porão um cordão azul.
Fareis essas bordas para que, vendo-as, vos recordeis de todos os MANDAMENTOS DO SENHOR, e os pratiqueis, e não vos deixeis levar pelos apetites de vosso coração e de vossos olhos que vos arrastam à infidelidade.
Desse modo, vós vos lembrareis de todos os MEUS MANDAMENTOS, e os praticareis, e sereis consagrado ao Vosso Deus.
Eu sou o Senhor Vosso Deus, que vos tirei do Egito para ser o Vosso Deus. Eu sou o Senhor Vosso Deus."

(Números 15:37-41)


E disse: Se ouvirdes atento a voz do Senhor teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus Mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o Senhor, que te sara.

(Êxodo 15:26)



Página 2 >>
Menu Principal
<< Alcoolismo

^