JESUS - A PALAVRA DE DEUS - A ÁGUA DA VIDA


  • Continuam procurando Jesus para matá-lo
  • Jesus se ausentará
  • No oitavo dia da Festa dos Tabernáculos, o último dia, era concluída a leitura da Torah (os cinco primeiros livros da Bíblia) e eles recomeçam a leitura como um ciclo anual, também neste dia eles faziam uma prece especial pedindo chuva a Deus.
  • Jesus fonte de águas vivas



Depois disto percorria Jesus a Galiléia, e não queria andar pela Judéia, porque os Judeus procuravam matá-lo.
E estava próxima a festa dos Judeus chamada de Festa dos Tabernáculos.
Disseram-lhe, pois, os seus irmãos: “Parte daqui, e vai para a Judéia, para que também os teus discípulos vejam as obras que tu fazes.
Porque ninguém faz uma coisa às ocultas se quer ser conhecido. Já que fazes tais coisas, mostra-te ao mundo."
Na verdade, nem mesmo seus irmãos acreditavam nele.
Jesus disse-lhes então: “O meu tempo ainda não chegou, mas para vós o tempo é sempre oportuno.
O mundo não pode odiar-vos, mas odeia-me a mim, porque faço ver que as suas obras são más.
Subi vós à festa. Eu não subo a essa festa, porque o meu tempo ainda não chegou.”
E tendo-lhes dito isto, ficou na Galiléia.
Todavia quando partiram os seus irmãos, foi ele também à festa, não a descoberto, mas ocultamente.
Ora, os judeus procuravam-no na festa e diziam: "Onde está ele?"
E havia um grande rumor entre o povo acerca dele. Uns diziam: "É um homem de bem." Outros, porém, diziam: "Não é, antes engana o povo."
Entretanto, ninguém falava abertamente dele, por medo dos judeus.
Ora, estando já em meio os dias da festa, foi Jesus ao Templo e ensinava.
Os judeus admiravam-se, dizendo: "Como é que ele conhece as Escrituras sem ter estudado?"
Jesus respondeu-lhes e disse: "A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou.
Se alguém quiser fazer a vontade de Meu Pai, conhecerá se a minha doutrina vem de Deus, ou se falo de mim mesmo.
Quem fala de si mesmo busca a sua própria glória, mas o que busca a glória daquele que o enviou, esse é verdadeiro, e não há nele injustiça.
Não foi Moisés que vos deu a Lei? Nenhum de vós, porém, cumpre a Lei! Por que procurais matar-me?"
A multidão respondeu: "Estas possesso do demônio. Quem te quer matar?"
Respondeu Jesus e disse-lhes: "Uma única obra eu fiz, e todos estais maravilhados.
Moisés deu-vos a circuncisão - embora não venha de Moisés, mas dos Patriarcas: - por isso vos circuncidais o homem, ainda que seja em dia de Sábado.
Se um homem recebe a circuncisão em dia de Sábado, e isso sem violar a Lei de Moisés, por que vos indignais comigo, que tenho curado um homem em todo o seu corpo em dia de Sábado?
Não julgueis pela aparência, mas julgai conforme a justiça."
Diziam por isso alguns dos habitantes de Jerusalém: "Não é este por acaso aquele que procuram matar?
Todavia, ei-lo que fala em público e não lhe dizem coisa alguma. Porventura reconheceram de fato as autoridades que ele é o Cristo?
Mas este, nós sabemos donde ele vem. O Cristo, porém, quando vier, ninguém saberá donde ele seja."
Jesus, entretanto, continuava em voz alta, dizendo: "Vós me conheceis, e sabeis donde eu sou; todavia, eu não vim de mim mesmo, mas daquele que me enviou é verdadeiro, e vós não o conheceis.
Eu o conheço, porque venho de junto dele e foi ele quem me enviou."
Por isso procuravam prendê-lo; mas ninguém lhe pôs as mãos porque não tinha ainda chegado a sua hora.
E muitos da multidão creram e diziam: "Quando o Cristo vier, fará ainda mais sinais do que os que este tem feito?"
Ouviram os fariseus que o povo murmurava estas coisas a seu respeito e, de acordo com os príncipes dos sacerdotes, enviaram soldados para o prender.
Disse-lhes, pois, Jesus: "Ainda um pouco de tempo estou convosco e, depois, vou para aquele que me enviou.
Vós me buscareis e não me achareis; e aonde eu estou vós não podeis vir."
Disseram, pois, entre si os judeus: "Para onde é que irá ele, que o não encontraremos? Irá, porventura, para os que se acham dispersos entre as nações, e pregará aos gentios?"
Que palavra é esta que disse: "Buscar-me-eis e não me achareis; e: Aonde eu estou, vós não podeis ir?"
E, no último dia. O grande dia da Festa, Jesus pôs-se em pé e clamou, dizendo: "Se alguém tem sede, que venha a mim e beba.
Quem crê em mim, como diz a Escritura, rios de água viva correrão do seu ventre."

(João 7:1-38)


... e o NOME pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

(Apocalipse 19:13b)


Bem aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na LEI DO SENHOR, e na sua LEI medita de dia e de noite.
Pois será como árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará.

(Salmos 1:1-3)


E o Senhor te guiará continuamente, e fartará a tua alma em lugares secos, e fortificará teus ossos; e serás como um jardim regado e como um manancial cujas águas nunca faltam.

(Isaías 58:11)


Ante a face de Deus, treme, ó Terra,
por quem o rochedo se mudou em lençol de água, e a pedra em fonte de água viva.
Não a nós, Senhor, não a nós, mas ao Vosso Nome...

(Salmos (113)114:7-9a)


E, naquele dia, estarão os seus pés sobre o Monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o Monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do Monte se apartará para o norte, e a outra metade dele, para o sul.

(Zacarias 14:4)


Naquele dia, também acontecerá que correrão de Jerusalém águas vivas, metade delas para o mar oriental, e metade delas até ao mar ocidental; no estio e no inverno, sucederá isso.
O Senhor reinará sobre toda a Terra. Naquele dia o Senhor será o Único Deus e só o Seu Nome será invocado.

(Zacarias 14:8-9)


E vós com alegria, tirareis águas das fontes da salvação.
E direis, naquele dia: Louvai ao Senhor, invocai o Seu Nome, fazei que suas obras sejam conhecidas entre os povos; proclamai que Seu Nome é sublime.

(Isaías 12:3-4)


No princípio Deus criou o céu e a Terra.
E a Terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas.

(Gênesis 1:1-2)


E isso disse ele do Espírito, que haveriam de receber os que nele cressem; porque o Espírito Santo ainda não fora dado, por ainda Jesus não ter sido glorificado.
Por isso, muitos da multidão, tendo ouvido tais palavras, diziam: "Este é verdadeiramente o Profeta."
Outros diziam: "Este é o Cristo." Mas alguns diziam: "Acaso pode Cristo vir da Galiléia?"
Não diz a Escritura que o Cristo vem da descendência de Davi e de Belém, da aldeia de onde era Davi?"
Assim, entre o povo havia dissensão por causa dele.
Alguns deles queriam prendê-lo, mas ninguém lhe pôs a mão.
Voltaram portanto os soldados aos chefes dos sacerdotes e aos fariseus, que lhes disseram: "Por que não o trouxestes?"
Responderam os soldados: "Homem nenhum jamais falou como fala esse homem!"
Replicaram os fariseus: "Porventura também vós fostes seduzidos?
Houve, porventura, algum dentre os chefes do povo ou dos fariseus que cresse nele?
Mas esta multidão, que não sabe a Lei, é maldita."
Disse-lhes Nicodemos, que era um deles, e que tinha ido de noite ter com Jesus:
"A nossa Lei condena, porventura, algum homem, antes de o ouvir e antes de se informar sobre o que ele fez?"
Responderam eles e lhe disseram: "Também tu és galileu? Examina as Escrituras e verás que da Galiléia não vem profeta algum."
E voltou cada um para sua casa.

(João 7:39-53)



A Mulher Samaritana >>
Menu
Menu Principal
<< O Batismo

^