JESUS PURIFICA O TEMPLO


  • Os dois cegos
  • Jesus, a jumenta e o jumentinho são aclamados
  • Jesus purifica o Templo
  • A semente que caiu ao longo do caminho
  • A figueira sem frutos
  • O Batismo de João
  • A parábola dos dois filhos
  • Os maus lavradores
  • A parábola do banquete nupcial
  • Dar a Deus o que é de Deus
  • Deus é Deus dos vivos não de estátuas sem vida
  • Deus revela a Pedro que Jesus é o Messias, filho do Deus vivo
  • O Reino de Jesus é mais do que o reino de salomão filho de Davi
  • A grande tribulação



E disse-lhes uma parábola: "Pode, porventura, um cego guiar outro cego? Não cairão ambos na cova?
O discípulo não é mais que o mestre; mas todo o discípulo será perfeito, se for como seu Mestre."

(Lucas 6:39-40)


Ao sair de Jericó uma grande multidão o seguiu.
E eis que dois cegos, assentados junto do caminho, ouvindo que Jesus passava, clamaram, dizendo: “Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós.”
E a multidão os repreendia, para que se calassem; eles, porém, cada vez clamavam mais, dizendo: “Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós.”
Então Jesus parou e, chamando-os, disse-lhes: “O que quereis que eu vos faça?”
Responderam: “Senhor, que se abram os nossos olhos!”
Então Jesus movido de íntima compaixão, tocou-lhes nos olhos, e logo viram; e eles o seguiram.

(Mateus 20:29-34)


O boi conhece o seu possuidor, e o jumento o presépio do seu dono, mas Israel não me conheceu e meu povo não teve inteligência.

(Isaías 1:3)


Aproximaram-se de Jerusalém. Quando chegaram a Betfagé, perto do Monte das Oliveiras, Jesus enviou dois de seus discípulos,
dizendo-lhes: “Ide à aldeia que está diante de vós, e logo encontrareis presa uma jumenta e um jumentinho com ela. Desatai-a e trazei-os para mim.
Se alguém vos disser alguma coisa, respondei-lhe que é o Senhor quem precisa deles, mas logo os mandará de volta.”
Ora, tudo isso aconteceu para que se cumprisse o que foi dito pelo profeta, que diz:
“Dizei à filha de Sião: Eis que o teu rei vem a ti manso, montado numa jumenta e num jumentinho, filho da que leva o jugo.”
E, indo os discípulos e fazendo como Jesus lhes ordenara,
trouxeram a jumenta e o jumentinho, e sobre eles puseram as suas vestes, e fizeram-no assentar em cima.
O povo em grande número estendia no caminho os seus mantos; outros cortavam ramos de árvores e juncavam com eles a estrada.
E as multidões, tanto as que iam adiante como as que o seguiam, clamavam dizendo: “Hosana ao Filho de Davi! Bendito o que vem em NOME DO SENHOR!...

(Mateus 21:1-9a)


... e o nome pelo qual se chama é a PALAVRA DE DEUS.

(Apocalipse 19:13b)


...Hosana nas alturas!”
E, entrando ele em Jerusalém, toda a cidade se alvoroçou, dizendo: “Quem é este?”

(Mateus 21:9b-10)


E, ao terceiro dia, fizeram-se umas Bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus.
E foram também convidados Jesus e os seus discípulos para as Bodas.
E, faltando o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: "Não tem vinho."
Disse-lhe Jesus: "Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chagada a minha hora.

(João 2:1-4)


E as multidões respondiam: “Este é Jesus, o profeta de Nazaré da Galiléia.”
E entrou Jesus no Templo de Deus, e expulsou todos os que vendiam e compravam no Templo, e derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas.
E disse-lhes está escrito: “A minha casa é casa de oração, e vós fazeis dela um covil de ladrões.”

(Mateus 21:11-13)


Os ídolos dos pagãos não passam de prata e ouro; são obras de mãos humanas.

(Salmos (134)135:15)


E foram ter com ele ao Templo cegos e coxos, e curou-os.
Porém, os grandes sacerdotes e os escribas, vendo as maravilhas que ele fazia, e os meninos no Templo a gritar e a dizer: "Hosana ao Filho de Davi!" - indignaram-se
e disseram-lhe: "Ouves o que estes dizem?" E Jesus lhes disse: "Sim; nunca lestes: Pela boca dos meninos e das criancinhas tiraste o perfeito louvor?"
Deixando-os, retirou-se Jesus para fora da cidade, indo a Betânia, onde passou a noite.

(Mateus 21:14-17)


E eu pus-me sobre a a reia do mar e vi subir do mar uma Besta...

(Apocalipse 13:1a)


Pois, assim como Jonas esteve três dias e três noites no ventre do monstro marinho, assim estará o Filho do Homem três dias e três noites no coração da Terra.

(Mateus 12:40)


E disse me: "As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos e multidões, nações e línguas."

(Apocalipse 17:15)


Naquele dia, saindo Jesus de casa, sentou-se à beira do mar.
E ajuntou-se muita gente ao pé dele, de sorte que, entrando num barco, se assentou; e toda a multidão estava em pé na praia.
E falou-lhe de muitas coisas por parábolas, dizendo: "Eis que o semeador saiu a semear:
Quando semeava, uma parte da semente caiu ao longo do caminho, e vieram as aves do céu e comeram-na.

(Marcos 4:1-4) Jesus


E outra caiu em boa terra e deu fruto, que vingou e cresceu; e um produziu trinta, outro, sessenta, e outro, cem."
E disse-lhes: "Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça."
Quando se achou só, os que estavam ao redor dele, com os doze, interrogaram-no acerca da parábola.
E ele lhes disse: "A vós é confiado o mistério do Reino de Deus, mas aos de fora tudo se lhes diz por parábolas;
para que vendo, vejam, e não percebam; e ouvindo, ouçam, e não entendam; para que não se convertam e sejam perdoados."
Disse-lhes ainda: "Não percebeis esta parábola? Como pois entendereis todas as parábolas?
O que o semeador semeia é a Palavra.
Os grãos que caíram ao longo do caminho, simbolizam aqueles nos quais foi semeada a Palavra. Depois que ouviram, vem logo Satanás e leva embora a Palavra que foi semeada neles."

(Marcos 4:8-15) Jesus


Não terás outro deus diante de mim.
Não farás para ti escultura, nem imagem alguma de tudo o que há no alto do céu ou embaixo da terra, ou que habita nas águas debaixo da terra.
Não te prostrarás diante delas para render-lhes culto, porque eu, o Senhor, teu Deus, sou um Deus zeloso...

(Deuteronômio 5:7-9a)


E os que recebem a semente em boa terra são os que ouvem a Palavra, e a recebem, e dão fruto, um, a trinta, outro a sessenta, e outro, a cem, por um.
Jesus continuou: "Quem é que traz uma lâmpada para colocá-la debaixo de uma vasilha ou debaixo de uma cama? Não a coloca num candeeiro?
Porque nada há oculto que não deva ser descoberto, nada secreto que não deva ser publicado.
Se alguém tem ouvidos para entender, entenda."
E disse-lhes: "Atendei ao que ides ouvir. Com a medida com que medirdes vos medirão a vós, e ser-vos-á ainda acrescentada.
Porque, a quem tem, lhe será dado. E a quem não tem, até o que tem lhe será tirado."

(Marcos 4:20-25) Jesus


Pela manhã, ao voltar para a cidade, teve fome.
Vendo uma figueira junto do caminho, aproximou-se dela. Não encontrou senão folhas. E lhe disse: "Nunca jamais nasça fruto de ti!" No mesmo instante secou-se a figueira.
E os discípulos, vendo isso, maravilharam-se, dizendo: "Como secou imediatamente a figueira?"

(Mateus 21:18-20)


Bem aventurado o varão que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na Lei do Senhor, e na sua Lei medita de dia e de noite.
Pois será como árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto na estação própria, e cujas folhas não caem, e tudo quanto fizer prosperará.
Os ímpios não são assim! Mas são como a palha que o vento leva.
Pelo que os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.
Porque o Senhor vela pelo caminho dos justos, ao passo que o dos ímpios leva à perdição.

(Salmos 1)


Respondendo Jesus, disse-lhes: "Na verdade vos digo que, se tiverdes fé, e não duvidardes, não só fareis o que foi feito a esta figueira, mas ainda se disserdes a este monte: Sai daí, e lança-te no mar, assim se fará.
E tudo o que pedirdes com fé na oração o recebereis."

(Mateus 21:21-22)


De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus.

(Romanos 10:17) Paulo


Tendo ido ao Templo, chegaram-se a ele os grandes sacerdotes e os anciãos do povo, enquanto ele estava ensinando. E lhe disseram: "Com que autoridade fazes tais coisas? Quem te deu esse poder?"
Respondendo, Jesus disse-lhes: "Também tenho uma pergunta a vos fazer. Se me responderdes a ela, então vos direi com que autoridade faço tais coisas.
De onde era o Batismo de João? Do céu ou dos homens?" Eles refletiam cada um em si mesmo: "Se dissermos que era do céu, ele nos dirá: Então porque não crestes nele?
E se dissermos que era dos homens, temos receio do povo, porque todos consideram João como um profeta."
Respondendo a Jesus, disseram: "Não sabemos." Disse-lhes também ele: "Pois então, nem eu vos digo com que autoridade faço tais coisas."

(Mateus 21:23-27)


Princípio do Evangelho de Jesus Cristo, Filho de Deus.
Conforme está escrito no profeta Isaías: “Eis que envio o meu anjo ante a tua presença, o qual preparará o teu caminho diante de ti.
Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.

Apareceu João batizando no deserto e pregando o Batismo de Arrependimento, para remissão dos pecados.
E ia ter com ele toda a região da Judéia e todos de Jerusalém. E confessando os próprios pecados, eram batizados por ele no rio Jordão.

(Marcos 1:1-5)


Mas que vos parece? Um homem tinha dois filhos e, dirigindo-se ao primeiro, disse: "Filho, vai trabalhar na minha vinha."
Mas ele respondeu: "Não quero." Mais tarde, porém, arrependeu-se e foi.
Dirigindo-se ao segundo, falou-lhe do mesmo modo, e ele respondeu: "Vou sim, senhor;" mas não foi.
Qual dos dois fez a vontade do pai?" Disseram-lhe eles: "O primeiro." Disse-lhes Jesus: "Em verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no Reino de Deus,
porque João veio a vós no caminho da justiça, e não crestes nele. Vós, porém, depois de verdes isso, nem ainda assim vos arrependestes para crerdes nele."

(Mateus 21:28-32)


E, quando Jesus ia saindo do Templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do Templo.
Mas ele, respondendo, disse-lhes: "Vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada."

(Mateus 24:1-2)


"Escutai esta parábola: Havia um pai de família que plantou uma vinha e a circundou com uma cerca viva, e cavou nela um lagar, e edificou uma torre, e arredou-a para uns lavradores. E partiu para longe.
Estando próximo o tempo dos frutos, enviou seus servos aos lavradores, para receberem seus frutos.
Mas os lavradores, lançando a mão aos servos dele, feriram uns, mataram outros, e a outros apedrejaram.
Depois, enviou outros servos, em maior número do que os primeiros; e eles fizeram-lhes o mesmo.
Finalmente, enviou-lhes o seu próprio filho, dizendo: Hão de respeitar o meu filho.
Mas os lavradores, vendo o filho, disseram entre si: Este é o herdeiro; vinde, matemo-lo e apoderemo-nos da sua herança.
E o prenderam, o lançaram fora da vinha, e o mataram.
Quando, pois, vier o Senhor da vinha, que fará àqueles lavradores?"
Disseram-lhes eles: "Dará afrontosa morte aos maus e arrendará a vinha a outros lavradores, que, a seu tempo dêem os frutos."
Diz-lhes Jesus: "Nunca lestes nas Escrituras: A pedra que os edificadores rejeitaram, essa foi posta em pedra angular? Isto é obra do Senhor e é admirável aos nossos olhos?
Por isso vos digo: ser-vos-á tirado o Reino de Deus, e será dado a um povo que produzirá os frutos dele.

(Mateus 21:33-43)


Tendo o Senhor acabado de falar a Moisés sobre o Monte Sinai, entregou-lhe as duas tábuas da Aliança; eram tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus.

(Êxodo 31:18)


Quem cair sobre esta pedra, ficará despedaçado; aquele sobre quem ela cair, ficará esmagado."
Os grandes sacerdotes e os fariseus, depois de ouvirem as suas parábolas, compreenderam que deles é que Jesus falava.
E querendo prendê-lo, tiveram medo do povo, porque o tinha como um profeta.

(Mateus 21:44-46)



Página 2 >>
Menu
Menu Principal
<< O Outro Discípulo

^