JESUS NÃO É RECONHECIDO POR NÓS


  • Jesus não é reconhecido como a Palavra de Deus
    que se fez homem e encarnou entre nós
  • Jesus, a Lei e os profetas
  • O primeiro Mandamento de Deus é estranho para todos
  • Os pecados cometidos por Israel e Judá são novamente cometidos até hoje - a idolatria
  • As consequências dos pecados do povo do passado se repetirão novamente



E o VERBO se fez homem e habitou entre nós...

(João 1:14a)


Seis dias depois, JESUS tomou consigo Pedro, Tiago e João, e os levou sozinhos a um monte alto e afastado. E transfigurou-se diante deles.
E as suas vestes tornaram-se resplandecentes, em extremo brancas como a neve, tais como nenhum lavadeiro sobre a terra as poderia branquear.
E lhes apareceu Elias com Moisés a falar com Jesus.
Pedro tomou então a palavra e disse a Jesus: "Mestre, é bom estarmos aqui! Façamos três tendas: uma para ti, outra para Moisés e outra para Elias."
Porque não sabia o que dizer, tão grande era o pavor que os dominava.
E desceu uma nuvem que os cobriu com a sua sombra, e saiu da nuvem uma voz, que dizia: "ESTE É O MEU FILHO AMADO A ELE OUVI."

(Marcos 9:2-7)


Não julgueis que vim destruir a Lei e os profetas. Não vim destruí-los, mas dar-lhes cumprimento.
Porque na verdade eu vos digo: Enquanto não passar o céu e a Terra, não passará da Lei um só ponto de i ou til, sem que tudo se tenha realizado.

(Mateus 5:17-18) Jesus


E é mais fácil passar o céu e a Terra do que cair um til da Lei.

(Lucas 16:17) Jesus


Em seguida tomou Jesus à parte os doze, e disse-lhes: "Eis que vamos para Jerusalém, e será cumprido tudo o que está escrito pelos profetas relativo ao Filho do Homem.
Será entregue aos gentios, será escarnecido, ultrajado e cuspido;
depois que o tiverem flagelado, o matarão, e ele ressuscitará no terceiro dia."
Mas, eles não compreenderam nada disso. Essa Palavra era obscura para eles, e não compreendiam o que Jesus dizia.

(Lucas 18:31-34)


... e tinha uma NOME escrito que ninguém sabia, senão ele mesmo.
E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o NOME pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

(Apocalipse 19:12b-13)


E, dito isso, ia caminhando adiante, subindo para Jerusalém.
E aconteceu que, chegando perto de Betfagé e de Betânia, ao monte chamado das Oliveiras, mandou dois dos seus discípulos,
dizendo: "Ide à aldeia que está defronte e aí, ao entrardes, achareis preso um jumentinho em que nenhum homem ainda montou; soltai-o e trazei-o.
E, se alguém vos perguntar: Por que o soltais? Assim lhe direis: Porque o Senhor precisa dele."
E, indo os que haviam sido mandados, acharam como lhes dissera.
E, quando soltaram o jumentinho, seus donos lhes disseram: "Por que soltais o jumentinho?"
E eles responderam: "O Senhor precisa dele."
Trouxeram-no, pois, a Jesus. E lançando sobre o jumentinho os seus mantos, fizeram Jesus montar em cima.
E por onde ele passava, estendiam os seus mantos no caminho.
Quando já ia chegando à descida do Monte das Oliveiras, toda a multidão dos seus discípulos começou alegremente a louvar a Deus em altas vozes por todas as maravilhas que tinham visto,
dizendo: "Bendito o Rei que vem em NOME DO SENHOR! Paz no céu e glória nas alturas!"
Alguns fariseus disseram-lhe, do meio da multidão: "Mestre, repreende os teus discípulos."
Jesus lhes respondeu: "Digo-vos que se eles se calarem, as mesmas pedras clamarão."

(Lucas 19:28-40)


Tendo todo o povo atravessado o Jordão, o Senhor disse a Josué:
“Escolhe doze homens, um de cada tribo,
e mandai-lhes, dizendo: Tomai daqui, do meio do Jordão, do lugar do assento dos pés dos sacerdotes, doze pedras; e levais convosco à outra banda e depositai-as no alojamento em que haveis de passar esta noite.”
Chamou pois Josué os doze homens que tinha escolhido entre os filhos de Israel, um de cada tribo,
e disse-lhes: “Passai diante da Arca do Senhor, Vosso Deus, ao meio do Jordão; e levante cada um uma pedra sobre o seu ombro, segundo o número das tribos dos filhos de Israel,
para que seja um sinal entre vós; e quando no futuro vossos filhos vos interrogarem, dizendo: “Que significam estas pedras?”

(Josué 4:1-6)


João respondeu-lhes dizendo: "Eu batizo em água, mas no meio de vós está quem vós não conheceis."

(João 1:26) João Batista


Vós lhes respondereis: “As águas do Jordão desapareceram diante da Arca da Aliança do Senhor, enquanto ela o atravessava; e essas pedras são para os israelitas um monumento eterno em memória desse acontecimento."

(Josué 4:7)


E, quando ia chegando, vendo a cidade, chorou sobre ela.
Ah! Se ao menos neste dia, que agora te foi dado, conhecesses aquilo que te pode trazer a paz! Mas por hora, tudo isso está encoberto aos teus olhos.
Porque virão para ti dias em que os teus inimigos te cercarão de trincheiras, te sitiarão, te apertarão por todos os lados,
derrubarão por terra a ti e aos teus filhos, que estão dentro de ti e não deixarão em ti pedra sobre pedra, porque não conheceste o tempo em que foste visitada."
E, entrando no Templo, começou a expulsar todos os que nele vendiam e compravam,
dizendo-lhes: "Está escrito que: A minha casa é casa de oração; e vós dela fizestes um covil de ladrões."

(Lucas 19:41-46)


Os ídolos dos pagãos não passam de prata e ouro...

(Salmos (134)135:15a)


Todos os dias ensinava no Templo. Os discípulos dos sacerdotes, porém, os escribas e os chefes do povo procuram tirar-lhe a vida.
Não sabiam, porém, como proceder, pois todo o povo ficava extasiado ao ouvi-lo.

(Lucas 19:47-48) Jesus


Aconteceu, num daqueles dias, que, estando Jesus no Templo ensinando o povo e anunciando a Boa Nova, juntaram-se os príncipes dos sacerdotes e os escribas com os anciãos,
e dissera"m-lhe: "Dize-nos com que autoridade fazes tu estas coisas, ou quem te deu tal autoridade?"
Respondendo, Jesus disse-lhes: "Eu também vou fazer-vos uma pergunta, respondei-me:
O Batismo de João era do céu ou dos homens?"
Eles começaram a raciocinar entre si, dizendo: "Se dissermos: Do céu, ele dirá: Por que razão, pois, não crestes nele?
E se dissermos que era dos homens, o povo todo nos apedrejará, porque estão certos de que João era um profeta."
Responderam por fim que não sabiam donde era.
Jesus disse-lhes: "Nem eu vos direi com que autoridade faço estas coisas."

(Lucas 20:1-8)


Escrevi para eles as grandezas da Minha Lei; mas isso é para eles como coisa estranha.

(Oséias 8:12)


Então falou Deus todas estas Palavras, dizendo:
"Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da Terra do Egito, da casa da servidão.
Não terás outros deuses diante de mim.
Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem embaixo da terra, nem nas águas debaixo da terra.
Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto. Eu sou o Senhor teu Deus, um Deus Zeloso... "

(Êxodo 20:1-5a)


Enquanto comiam, tomou Jesus o pão e, depois de pronunciar a bênção, partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: "Tomai e comei: Isto é o meu Corpo."

(Mateus 26:26)


E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o NOME pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

(Apocalipse 19:13)


Assim como, à sua vista, muitos ficaram embaraçados pois a sua aparência estava tão desfigurada, mais do que o de outro qualquer, e a sua figura, mais do que a dos outros filhos dos homens.
Assim o admirarão muitos povos: os reis permanecerão mudos diante dele, porque aquilo que não lhes foi anunciado verão, e aquilo que eles não ouviram entenderão.

(Isaías 52:14-15)


Quem poderia acreditar nisso que ouvimos? A quem foi revelado o braço do Senhor?
Cresceu diante dele como um pobre rebento enraizado numa terra árida; não tinha graça nem beleza para atrair olhares, e seu aspecto não podia seduzir-nos.
Era desprezado e o mais indigno entre os homens, homem de dores, experimentado nos trabalhos e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum.
Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos como um castigo, ferido por Deus e humilhado.
Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos devia trazer a paz, caiu sobre ele; e nós fomos sarados com as suas pisaduras.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, seguíamos cada qual nosso caminho; o Senhor fazia recair sobre ele o castigo das faltas de todos nós.
Ele foi oprimido, mas não abriu a boca; como um cordeiro, foi levado ao matadouro e, como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, ele não abriu a boca.
Por um iníquo julgamento foi arrebatado. Quem pensou em defender a sua causa, quando foi suprimido da terra dos vivos, morto pelo pecado de meu povo?
E puseram a sua sepultura com os ímpios e com o rico, embora nunca tivesse cometido injustiça e nunca a mentira estivesse em sua boca.
O Senhor quis consumi-lo com sofrimentos, mas, quando tiver oferecido a sua vida pelo pecado, verá uma descendência perdurável nas suas mãos.
Verá o fruto do que a sua alma trabalhou, e ficará satisfeito. Este mesmo justo, meu servo justificará muitos com a sua ciência, e tomará sobre si as suas iniquidades.
Por isso eu lhe darei por sorte uma grande multidão e ele distribuirá os despojos dos fortes, porque entregou a sua vida à morte, foi posto no número dos malfeitores, tomou sobre si os pecados de muitos e intercedeu pelos pecadores.

(Isaías 53)


Tomou, em seguida, um cálice, deu graças e entregou-lhes dizendo: "Bebei dele todos.
Porque este é o meu sangue, sangue da Aliança, que vai ser derramado por muitos para remissão dos pecados."

(Mateus 26:27-28) Jesus


... bebeste o vinho, tu, teus nobres, tuas mulheres e concubinas. Deste louvores aos deuses de prata, de ouro, de cobre, de ferro, de madeira e de pedra, que não vêem, não ouvem, nem sabem; mas a Deus, em cuja mão está a tua vida e todos os teus caminhos, a ele não glorificaste.

(Daniel 5:23b)


Disse-lhe Jesus: "Mulher, que tenho eu contigo?..."

(João 2:4a)


Não fareis deuses de prata, nem deuses de ouro para pôr ao meu lado.

(Êxodo 20:23)


O Diabo tornou a levar Jesus, agora para um Monte muito alto. Mostrou-lhe todos os reinos do mundo e suas riquezas.
E disse-lhe: "Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares."
Então Jesus lhe disse: "Vai-te Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e sómente a ele prestarás culto."
Em seguida, o demônio o deixou, e os anjos aproximaram-se dele para servi-lo.

(Mateus 4:8-11)


Mas que digo? Que o ídolo é alguma coisa? Ou que o sacrifício ao ídolo é alguma coisa?
Digo ao contrário, que as coisas que os gentios sacrificam oferecem-nas aos demônios, e não a Deus. E não quero que tenhais comércio com os demônios. Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios.
Não podeis participar da mesa do Senhor e da mesa dos demônios.
Queremos, acaso, provocar o zelo do Senhor? Somos talvez nós mais fortes do que ele?

(1Coríntios 10:19-22) Paulo


... Mas me atormentaste com os teus pecados, cansaste-me com tuas iniquidades.
Era eu mesmo, por minha conta, quem acabava limpando suas transgressões e não me lembrava mais de seus pecados.
Procura lembrar-me; entremos em juízo juntamente; apresenta as tuas razões, para que te possa justificar.
Seu primeiro pai já pecou; seus intérpretes prevaricaram contra mim.
Seus dirigentes profanaram o meu santuário. Por isso entreguei Jacó à destruição e Israel ao opróbrio.

(Isaías 43:24b-28)


Se ainda depois disto me não ouvirdes, mas procederdes contra mim, também eu convosco andarei contrariamente em furor; e vos castigarei sete vezes mais por causa dos vossos pecados até ao ponto de comerdes a carne de vossos filhos e de vossas filhas.
Destruirei os vossos altos, e quebrarei as vossas estátuas. Vós caireis entre as ruínas dos vossos ídolos, e a minha alma vos abominará.
Devastarei suas cidades, destruirei seus santuários...

(Levítico 26:27-31a)


Tu, que vês tantas coisas, não as observarás? Ainda que tenha os ouvidos abertos, nada ouve.
O Senhor tinha querido santificar o seu povo, engrandecer e exaltar a sua Lei.
Todavia é um povo saqueado e despojado, todos foram acorrentados nos cárceres, fizeram-nos desaparecer nas prisões; são expostos à pilhagem sem que ninguém os livre, despojam-nos, e ninguém os faz restituir.
Quem dentre vós prestará atenção a estas coisas? Quem as ouvirá pensando no futuro?
Quem entregou Jacó à pilhagem e Israel aos devastadores? Porventura não foi o mesmo Senhor, contra o qual pecamos, não querendo seguir os seus caminhos, nem obedecer a sua Lei?
Pelo que derramou sobre eles a indignação da sua ira e a força da guerra e lhe pôs labaredas em redor, mas nisso não atentaram; e os queimou, mas não puseram nisso o coração.

(Isaías 42:20-25)



Reincidência no Pecado >>
Menu
Menu Principal
<< Deus entrega seu povo nas mãos dos seus inimigos

^