O MEU REINO NÃO É DESTE MUNDO
(João 18:36b) Jesus


  • Pilatos e Jesus
  • Autoridades
  • "... dai a César o que é de Cesar, e a Deus o que é de Deus"... (Marcos 12:17b)
  • Jesus - A Palavra de Deus - crucificada entre dois ladrões
  • Jesus chama por Elias



Depois, levaram Jesus da casa de Caifás para a audiência. E era pela manhã cedo. E não entraram na audiência, para não se contaminarem e poderem comer a Páscoa.
Pilatos então, saiu para fora e disse-lhes: "Que acusação apresentais contra este homem?"
Disseram-lhe em resposta: "Se ele não fosse malfeitor, não o entregaríamos a ti."
Disse-lhes, pois, Pilatos: "Levai-o vós e julgai-o segundo a vossa Lei." Disseram-lhe, então, os judeus: "A nós não nos é lícito matar pessoa alguma."
Para se cumprir a palavra que Jesus dissera, significando de que morte havia de morrer.
Tornou, pois, a entrar Pilatos na audiência, e chamou a Jesus, e disse-lhe: "Tu és o rei dos judeus?"
Respondeu Jesus: "Tu dizes isso de ti mesmo, ou foram outros que to disseram de mim?"
Pilatos respondeu: "Porventura sou eu judeu? A tua nação e os sumo sacerdotes é que te entregaram a mim: Que fizeste?"
Respondeu Jesus: "O Meu Reino não é deste mundo; se o Meu Reino fosse deste mundo, lutariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas, agora, o meu Reino não é daqui."
Disse-lhe Pilatos: "Logo tu és rei?" Jesus retorquiu: "Tu o dizes! Eu sou Rei! Para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve a minha voz."
Disse-lhe Pilatos: "Que é a verdade?"...

(João 18:28-38a)


Disse-lhes Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim."

(João 14:6)


... E, dizendo isso, voltou até os judeus e disse-lhes: "Não acho nele crime algum.
Ora é costume que eu, pela Páscoa, vos solte um prisioneiro; quereis, pois, que vos solte o rei dos judeus?"
Então, todos voltaram a gritar, dizendo: "Este não, mas Barrabás!" E Barrabás era um salteador.

(João 18:38b-40)


Porquanto perversos se encontram no seio do meu povo, que espreitam, de tocaia, como caçadores de pássaros, armando laços para apanhar os homens.
A semelhança de uma gaiola cheia de pássaros, assim estão suas casas repletas de suas presas. Por esta forma tornam-se ricos e poderosos.
Engordaram e engrossaram, e transgrediram perversissimamente os meus preceitos. Não defenderam a causa da viúva, não encaminharam a causa do órfão, nem fizeram justiça aos pobres.
Porventura não hei de eu punir estes excessos, diz o Senhor e não me hei de vingar duma tal gente?
Coisa espantosa e horrenda se anda fazendo na Terra.
Os profetas profetizaram a mentira, e os sacerdotes aplaudiam-nos com suas mãos, e o meu povo amou essas coisas. Que castigo não virá, pois, sobre esta gente no fim de tudo isto?

(Jeremias 5:26-31)


Então Pilatos mandou que levassem Jesus e o açoitassem.
E os soldados, tecendo uma coroa de espinhos, lha puseram sobre a cabeça e lhe vestiram uma veste de púrpura.
E diziam: "Salve, rei dos judeus!" E davam-lhe bofetadas.
Então, Pilatos saiu outra vez fora e disse-lhes: "Eis aqui vo-lo trago fora, para que saibais que não acho nele crime algum."
Saiu, pois, Jesus, levando a coroa de espinhos e a veste de púrpura. E Disse-lhes Pilatos: "Eis aqui o homem."
Então os príncipes dos sacerdotes e os ministros, tendo-o visto, gritaram, dizendo: "Crucifica-o, crucifica-o!"...

(João 19:1-6a)


...e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

(Apocalipse 19:13b)


... Disse-lhes Pilatos: "Tomai-o vós e crucificai-o, porque eu não encontro nele crime algum."
Responderam-lhe os judeus: "Nós temos uma Lei, e segundo essa Lei ele deve morrer, porque se declarou Filho de Deus."
E Pilatos, quando ouviu essa palavra, mais atemorizado ficou.
E entrou outra vez na audiência e disse a Jesus: "De onde és tu?" Mas Jesus não lhe deu resposta.

(João 19:6b-9)


... e tinha um nome escrito que ninguém sabia, senão ele mesmo
E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.
E seguiam-no os exércitos que há no céu em cavalos brancos e vestidos de linho fino, branco e puro.
Da sua boca saía uma espada de dois gumes, para ferir com ela as nações; ele as regerá com vara de ferro e ele mesmo é o que pisa o lagar do vinho do furor e da ira do Deus Todo-Poderoso.
Ele traz escrito no manto e no seu lado: "Rei dos reis, e Senhor dos senhores."

(Apocalipse 19:11-16)


Pilatos então lhe disse: "Tu não me respondes? Não sabes que tenho poder para te soltar e para te crucificar?"
Respondeu Jesus: "Tu não terias poder algum sobre mim, se te não fosse dado do alto. Por isso o que me entregou a ti tem maior pecado."

(João 19:10-11)


Submetam-se todos às autoridades constituídas, pois não há autoridade que não venha de Deus, e as que existem foram instituídas por Deus.
Quem se opõe à autoridade, se opõe à ordem estabelecida por Deus. Aqueles que se opõem, atraem sobre si a condenação.
Na verdade, os que governam não devem ser temidos quando se faz o bem, mas quando se faz o mal. Queres viver sem medo da autoridade? Pratica o bem e terás a sua aprovação,
pois ela é um instrumento de Deus para o bem. Se, porém, fazes o mal, então teme, porque não é em vão que ela empunha a espada; portanto, é, de fato, um agente de Deus, justiceiro para castigo daquele que faz o mal.
Portanto, é necessário que lhe estejais sujeitos, não somente pelo castigo, mas também pela consciência.
É também por essa razão que pagais os impostos, pois os magistrados são ministros de Deus, quando exercem pontualmente esse ofício.
Pagai, pois, a todos o que lhes é devido: a quem tributo, o tributo; a quem imposto, o imposto; a quem temor, o temor; a quem honra, a honra.
A ninguém devais coisa alguma...

(Romanos 13:1-8a) Paulo


A partir de então, Pilatos procurava libertá-lo; mas os judeus gritavam: "Se o libertares, não és amigo de César; todo aquele que se faz rei é contra César."
Então Pilatos, ao ouvir tais palavras, levou Jesus para fora, e assentou-se no tribunal, no lugar denominado Litóstrotos, que em hebraico se diz Gábata.
Era a preparação da Páscoa e quase a hora sexta. Pilatos disse aos judeus: "Eis aqui o vosso Rei."
Mas eles gritaram: "À morte, à morte. Crucifica-o!" Pilatos retorquiu: "Hei de crucificar o vosso rei?" Os príncipes dos sacerdotes responderam: "Não temos outro rei senão a César!"

(João 19:12-15)


... "Pois dai a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus."...

(Marcos 12:17b)


Então Pilatos o entregou a eles para que o crucificassem.

(João 19:16)


Saindo, encontraram um homem de Cirene, chamado Simão, a quem obrigaram a levar a cruz de Jesus.
E chegando ao lugar chamado Gólgota, que significa lugar da Caveira,
deram-lhe a beber vinho misturado com fel; mas ele, provando-o, não quis beber.

(Mateus 27:32-34)


Puseram fel no meu alimento; na minha sede deram-me vinagre para beber.
Que sua mesa seja armadilha para eles e sua abundância em cilada.
Obscureçam-se os seus olhos para que não vejam; e encurva-lhes sempre o dorso.
Derrama sobre eles a tua indignação, e prenda-os o ardor da tua ira.
Fique desolado o seu palácio; e não haja quem habite nas suas tendas.
Porque perseguiram aquele a quem atingistes e aumentaram a dor daquele a quem feristes.
Permite que juntem maldade sobre maldade, e não cheguem a entrar nos caminhos da tua justiça.
Sejam riscados do Livro da Vida e não sejam inscritos com os justos!

(Salmos 68:22-29(69:21-28) Davi


Depois que o crucificaram, repartiram entre si as suas vestes, lançando sortes, cumprindo-se deste modo o que tinha sido anunciado pelo profeta: "Repartiram entre si as minhas vestes, sobre a minha túnica lançaram sortes."
Sentaram-se e montaram guarda.
E, por cima da sua cabeça, puseram escrita a acusação: "Este é Jesus, O Rei dos Judeus."
Foram, na ocasião, crucificados com ele dois ladrões, um à direita e outro à esquerda.

(Mateus 27:35-38)


Não fareis deuses de prata, nem deuses de ouro para pôr ao meu lado.

(Êxodo 20:23)


E os que passavam blasfemavam dele, meneando a cabeça,
e dizendo: "Ah! tu que destróis o Templo de Deus, e em três dias o reedificas, salva-te a ti mesmo. Se és Filho de Deus, desce da cruz."
E da mesma maneira os príncipes dos sacerdotes, junto com os doutores da Lei e os anciãos zombavam de Jesus:
"Salvou os outros e a si mesmo não pode salvar-se. Se é o Rei de Israel, desce, agora, da cruz, e creremos nele;
confiou em Deus! que ele o liberte agora, se é que lhe quer bem. Porque ele disse: Eu sou Filho de Deus."
Também os ladrões que foram crucificados com ele, diziam-lhe a mesma coisa, insultando-o.
E, desde a hora sexta, houve trevas sobre toda a Terra, até á hora nona.
E, perto da hora nona, exclamou Jesus em alta voz, dizendo: "Eli, Eli, lammá sabactaní?" - O que quer dizer: "Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste?"

(Mateus 27:39-46)


Não, não é a mão Senhor que é incapaz de salvar, nem seu ouvido demasiado surdo para ouvir.
Mas são as vossas iniquidades que puseram uma separação entre vós e o Vosso Deus, e os vossos pecados são os que lhe fizeram esconder de vós a sua face, para não vos ouvir.
Porque as vossas mãos estão manchadas de sangue e os vossos dedos de iniquidades; os vossos lábios falaram a mentira, e a vossa língua profere a iniquidade.
Ninguém há que clame pela justiça, nem ninguém que compareça em juízo pela verdade; confiam na vaidade e andam falando mentiras; concebem o trabalho e produzem a iniquidade.

(Isaías 59:1-4)


A estas Palavras, alguns dos que lá estavam diziam: "Ele chama por Elias."

(Mateus 27:47)


E Jesus, respondendo, disse-lhes: "Em verdade Elias virá primeiro e restaurará todas as coisas."

(Mateus 17:11)


Imediatamente, um deles correu buscar uma esponja, e, embebendo-a em vinagre, colocou-a na ponta de uma vara, e lhe dava de beber.
Mas os outros disseram: "Deixa, vejamos se Elias vem salvá-lo!"
E Jesus clamando outra vez com grande voz, entregou o espírito.
E eis que o véu do Templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras.
Os sepulcros se abriram e os corpos de muitos justos ressuscitaram.
E, saindo das sepulturas depois da ressurreição de Jesus, foram à Cidade Santa e apareceram a muitos.

(Mateus 27:48-53)


... Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus.
O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito.
Não te admires se eu te disser: É necessário que tornais a nascer.

(João 3:5b-7) Jesus


O centurião e os que com ele guardava Jesus, vendo o tremor de terra e o que estava acontecendo, ficaram apavorados e disseram: "Este era verdadeiramente o Filho de Deus."
E estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde a Galiléia, para o servir,
entre as quais estavam Maria madalena, e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu.

(Mateus 27:54-56)


Depois disto, José de Arimatéia, que era discípulo de Jesus, ainda que ocultamente por medo dos judeus, rogou a Pilatos que lhe deixasse levar o corpo de Jesus. Pilatos permitiu-lho. Foi, pois, e tomou o corpo de Jesus.
Também Nicodemos, que anteriormente fora ter com Jesus à noite, agora foi e levou perto de cem libras de uma mistura de mirra e aloés.
Tomaram, pois, o corpo de Jesus e o envolveram em lençóis com as especiarias, como os judeus costumam fazer na preparação para o sepulcro.
Ora no lugar em que Jesus foi crucificado, havia um horto, e nele um sepulcro novo; em que ninguém ainda tinha sido sepultado.
Portanto em razão de ser o dia da preparação dos judeus, visto que este sepulcro estava perto, foi ali que puseram Jesus.

(João 19:38-42)


E, no primeiro dia da semana, muito de madrugada, foram elas ao sepulcro levando as especiarias que tinham preparado.
E acharam a pedra do sepulcro removida.
Entrando não encontraram o corpo do Senhor Jesus.
E aconteceu que, estando elas perplexas a esse respeito, eis que pararam junto delas dois varões com vestes resplandecentes.
E estando elas muito atemorizadas e abaixando o rosto para o chão, eles lhe disseram: “Por que buscais o vivente entre os mortos?
Não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos como vos falou, estando ainda na Galiléia,
dizendo: Convém que o Filho do Homem seja entregue nas mãos de homens pecadores, e seja crucificado, e, ao terceiro dia, ressuscite.”

(Lucas 24:1-7)


E, ao terceiro dia, fizeram-se umas Bodas em Caná da Galiléia; e estava ali a mãe de Jesus.
E foram também convidados Jesus e os seus discípulos para as Bodas.
E, faltando o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: “Não tem vinho.”
Disse-lhe Jesus: "Mulher, que tenho eu contigo? Ainda não é chegada a minha hora.

(João 1:1-4) Tiago


Tu crês que há um só Deus? Fazes bem; também os demônios o crêem e estremecem.

(Tiago 2:19) Tiago


E Jesus, vendo em torno de si uma grande multidão, ordenou que passassem para a outra margem.
Saiu-lhe ao encontro um escriba que lhe disse: "Mestre, quero te seguir para onde quer que fores."
Respondeu Jesus: "As raposas têm suas tocas e as aves do céu, seus ninhos, mas o Filho do Homem não tem onde repousar a cabeça."
Dentre os seus discípulos, outro disse-lhe: "Senhor, dá-me permissão de ir antes sepultar meu pai."
Jesus porém, lhe respondeu: "Segue-me e deixa que os mortos enterrem seus mortos."

(Mateus 8:18-22)


... Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.

(Mateus 24:2b) Jesus


E subindo a uma barca, seguiram-no os seus discípulos.
De repente, desencadeou-se sobre o mar uma tempestade tão grande, que as ondas cobriam a barca. Ele no entanto dormia.
Aproximaram-se então dele os seus discípulos e o despertaram, exclamando: "Senhor, salva-nos, que perecemos!"
Jesus disse-lhes: "Por que temeis, homens de pouca fé?" Então, levantando-se, imperou aos ventos e ao mar e seguiu-se uma grande bonança.
Admirados, diziam: "Quem é este homem a quem até os ventos e o mar obedecem?"

(Mateus 8:23-27)


Submetei-vos, portanto, a Deus; resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós.
Aproximai-vos de Deus e ele se aproximará de vós. Lavai pecadores, as mãos e purificai os corações, ó duplos de espírito.

(Tiago 4:7-8) Tiago


E, tendo chegado à outra margem, à província dos gadarenos, saíram-lhe ao encontro dois endemoninhados, vindos dos sepulcros; tão ferozes era, que ninguém podia passar por aquele caminho.
Puseram-se a gritar, dizendo: "Que tens tu conosco, Filho de Deus? Vieste aqui atormentar-nos antes do tempo?"
Não longe deles, estava pastando uma grande manada de porcos.
E os demônios pediam a Jesus: "Se nos expulsas daqui, manda-nos para a manada de porcos!"
Disse-lhes Jesus: "Ide!" Então eles, saindo, entraram nos porcos, que se atiraram por um precipício até ao mar, e morreram nas águas.
Os pastores fugiram, e, chegando à cidade, contaram tudo, também a respeito dos possessos.
E eis que a cidade em peso saiu ao encontro de Jesus, e, ao vê-lo, pediam-lhe que se afastasse do território deles.

(Mateus 8:28-34)



Os Ídolos de Pedra e os Ídolos de Ouro >>
Menu
Menu Principal
<< Judas Iscariotes

^