O SEXTO SELO


  • A profecia do fim dos tempos
  • Haverá terremotos
  • A Terra será bombardeada por elementos do espaço
  • A fumaça formará uma nuvem que escurecerá a Terra



O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor.

(Joel 2:31(3:4)


E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de carvão, e a lua inteira, como cor de sangue.
E as estrelas do céu caíram sobre a Terra, como figos verdes caem da figueira sacudida por um vento forte.
O céu se enrolou, feito folha de pergaminho; e todos os montes e ilhas foram removidos do seu lugar.
E os reis da Terra, e os grandes, e os ricos, e os tribunos, e os poderosos, e todo o servo, e todo livre se esconderam nas cavernas e nas rochas das montanhas
e diziam aos montes e aos rochedos: "Caí sobre nós e escondei-nos do rosto daquele que está assentado sobre o trono e da ira do Cordeiro,
porque é vindo o grande Dia da sua ira; e quem poderá subsistir?"

(Apocalipse 6:12-17)


Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas. Na Terra, aflição dos povos, devido à confusão causada pelo bramido do mar e das ondas;
os homens definharão pelo temor e pelo pressentimento do que estará para suceder ao mundo inteiro, porque as potências dos céus serão abaladas.

(Lucas 21:25-26) Jesus


As ondas sacudirão o alicerce das montanhas e, diante de ti, as rochas derreterão como cera...

(Judite 16:15a(18a) Judite


... farei tremer os céus e a Terra.

(Ageu 2:21b)


De tal sorte que tremerão diante da minha face os peixes do mar, e as aves do céu, e os animais do campo, e todos os répteis que se arrastam sobre a Terra, e todos os homens que estão sobre a face da Terra; e os montes cairão, e os precipícios se desfarão, e todos os muros desabarão por Terra.

(Ezequiel 38:20)


O temor, e a cova, e o laço vêm sobre ti, ó morador da Terra.
E será que aquele que fugir da voz do temor cairá na cova, e o que subir da cova, o laço o prenderá; porque as comportas lá do alto abrir-se-ão e os fundamentos da Terra serão abalados.
A Terra é feita em pedaços; estala fende-se, é sacudida,
cambaleia como um homem embriagado e balança como uma rede. Seus crimes pesam sobre ela, e ela cairá para não mais se levantar.

E acontecerá que naquele dia o Senhor visitará a milícia do céu lá no alto, e os reis do mundo que estão sobre a Terra.
Serão amontoados como prisioneiros num calabouço, serão encerrados numa prisão, e, depois de muitos dias, serão castigados.
E a lua se envergonhará, e o sol se confundirá quando o Senhor dos Exércitos reinar no Monte Sião e em Jerusalém; e, então, perante os seus anciãos haverá glória.

(Isaías 24:17-23)


... eis o fim. O fim vem para todos os quatro cantos da Terra.
Agora, vem o fim sobre ti, porque enviarei sobre ti a minha ira, julgar-te-ei segundo os teus caminhos e te porei diante dos teus olhos as tuas abominações.
O meu olho não te poupará, nem me compadecerei de ti; mas porei sobre ti as tuas obras, as tuas abominações estarão no meio de ti, e vós sabereis que eu sou o Senhor.
Eis o que diz o Senhor Javé: Uma desgraça única! Eis que irá suceder!
O fim se avizinha, o fim se aproxima, ele desperta para cair sobre ti; ei-lo!
Tua vez é chegada, habitante da Terra! É vindo o momento, o dia está próximo; não há mais alegria sobre as montanhas; é o pânico.
Agora depressa derramarei o meu furor sobre ti, e cumprirei a minha ira contra ti, e te julgarei conforme os teus caminhos, e porei sobre ti todas as tuas abominações.
O meu olho não perdoará nem me compadecerei de ti, mas por-te-ei às costas as tuas obras e as tuas abominações estarão no meio de ti; e vos sabereis que sou eu, o Senhor que castigo.
Eis o dia, ei-lo vem; chegou a total destruição, floresceu a vara, brotou a saber a soberba.
A violência levantou-se com um cetro de impiedade: isso não vem deles, nem da multidão, nem da sua tropa, nem da sua magnificência.
Chegou o tempo! O dia se aproxima! Que não se alegra o comprador, que não se aflija o vendedor; porque a ira ardente está sobre toda a multidão deles.
Porque o que vende não tornará a possuir o que vendeu, ainda que a sua vida esteja entre os viventes; porque a visão relativa a toda a sua multidão não ficará sem efeito, e ninguém encontrará apoio na iniquidade da sua vida.
Tocai a trombeta, preparem-se todos; mas não há ninguém que vá à batalha, porque a minha ira está sobre todo o povo.
Fora a espada, dentro a peste e a fome; o que está no campo, morrerá à espada; e os que estão na cidade, serão devorados pela peste e pela fome.
Se alguns chegarem a se refugiar nas montanhas, gemerão como as pombas dos vales, cada qual por causa do seu pecado.
Todas as mãos se enfraquecerão, todos os joelhos tremerão.
Cingir-se-ão de cilício, o medo os cobrirá, em todo o rosto haverá confusão e todas as suas cabeças aparecerão rapadas.
A sua prata será lançada fora, o seu ouro será reputado como esterco. A sua prata e o seu ouro não os poderão livrar do furor do Senhor; não saciarão a sua alma, os seus ventres se não encherão, porque a sua iniquidade fez disso um motivo de queda.
Punham seu orgulho na beleza das suas jóias, fizeram nela imagens das suas abominações e coisas detestáveis; por isso eu a tornei para eles uma coisa imunda.
E será entregue na mão dos estranhos por presa, e aos ímpios da Terra, por despojo; e a profanarão.
Apartarei deles o meu rosto e violarão o meu santuário; entrarão neles saqueadores e o profanarão.
Prepara-te uma cadeia; pois a Terra está repleta de crimes, e a cidade cheia de violências.
Farei vir os mais bárbaros pagãos, que se apoderarão de todas as casas; porei termo ao orgulho dos poderosos, e os lugares santos serão profanados.
É a ruína que está chegando. Procurar-se-á salvação, sem que se possa encontrá-la.
Sobrevirão desastres sobre desastres, má nova sobre má nova. Pedir-se-ão oráculos ao profeta, faltará a Lei para o sacerdote, e o conselho para os anciãos.
O rei há de pôr luto, ficará o príncipe cheio de consternação, tremerão as mãos dos homens do povo. Tratá-los-ei de conformidade com o proceder que levaram, julgá-los-ei conforme houverem merecido. Então saberão que sou o Senhor.

(Ezequiel 7:2b-27)


Envolverei os céus de trevas, e por-lhes-ei um pano de saco grosseiro por sua cobertura.

(Isaías 50:3)


Porquanto as estrelas do céu, e o seu resplendor não espalharão a sua luz; cobrir-se-á de trevas o sol no seu nascimento, e a lua não resplandecerá com sua luz.
E visitarei sobre o mundo a maldade e, sobre os ímpios, a sua iniquidade; e farei cessar a arrogância dos atrevidos e abaterei a soberba dos tiranos.
Tornarei os homens mais raros que o ouro fino, e os mortais mais raros que o metal de ofir.
Farei oscilar os céus, e a Terra abalada será sacudida pela ira do Senhor Deus dos Exércitos, no dia do seu furor ardente.
E cada um será como a corça que foge e como a ovelha que ninguém recolhe...

(Isaías 13:10-14a)


Porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais.
E se não abreviassem aqueles dias, pessoa alguma se salvaria; porém, abreviar-se-ão aqueles dias em atenção aos eleitos.

(Mateus 24:21-22) Jesus


E logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências do céu serão abaladas.
E então aparecerá o sinal do Filho do Homem no céu. E então todos os povos da Terra chorarão; e verão o Filho do Homem chegar sobre as nuvens do céu com grande poder e majestade.

(Mateus 24:29-30)


Então, a Terra se abalou e tremeu; e os fundamentos dos montes também se moveram e se abalaram, porquanto se indignou.
suas narinas exalaram fumaça; sua boca, fogo devorador, brasas incandescentes.
Abaixou os céus e desceu, e a escuridão estava debaixo de seus pés.

(Salmos 17:8-10(18:7-9) Davi


A voz do Senhor despede chamas de fogo.
A voz do Senhor faz tremer o deserto...

(Salmos (28)29:7-8a) Davi


Diante dele tremerá a Terra, abalar-se-ão os céus; o sol e a lua se enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu resplendor.
Porque o Senhor fez ouvir a sua voz ante a face do seu Exército; pois são inúmeros e fortes os seus batalhões e executam as suas ordens; porque o Dia do Senhor é grande e sobremaneira terrível. E quem o poderá suportar?

(Joel 2:10-11)


Não digas: Esconder-me-ei de Deus, e quem pensará em mim lá nos altos céus?
Não serei reconhecido no meio da multidão; quem sou eu no meio de uma tal multidão de criaturas?
Eis que o céu e o céu dos céus, o abismo, a Terra inteira e tudo o que encerram se abalarão quando ele aparecer.
As montanhas, as colinas e os alicerces da Terra tremerão de pavor quando Deus os olhar.

(Eclesiástico 16:16-19)


Os montes foram por eles abalados, as colinas devastadas; a Terra, o mundo inteiro, todos os que habitam nele tremem diante da sua face.
Diante da sua indignação quem poderá subsistir? Quem resistirá contra a ira do seu furor? A sua indignação derramou-se como um fogo e fez que se derretessem as pedras.
O Senhor é bom, é um refúgio na tribulação; conhece os que nele confiam.

(Naum 1:5-7)


Oração do profeta Habacuque sob a forma de canto.
"Javé ouvi falar da tua fama; aprendi a respeitar tuas obras, Javé. Ao correr dos anos, faze-as reviver; manifesta-te no curso dos anos. Na ira, lembra-te de ter compaixão.
Deus vem de Temã, o Santo vem do monte de Farã. Sua majestade cobre os céus, e a Terra se enche de sua glória.
Seu esplendor é deslumbrante como a luz, das suas mãos brotam raios; ali está o véu do seu poder.
Adiante dele ia a peste, e raios de fogo, sob os seus pés.
Levantando-se, sacode ele a Terra, olha e faz tremer as nações. Deslocam-se as montanhas eternas, desfazem-se as colinas antigas, e lhe abrem amplos caminhos!
Vejo as tendas de Cusã apavoradas, e agitadas as tendas de Madiã.
Porventura, é contra os rios que se inflama o Senhor, é contra os rios que se desencadeia a vossa ira? Ou é contra o mar que se acende o vosso furor, quando montais em vossos cavalos e em vossos carros triunfais?
Levantas o teu arco e carregas de flechas a sua corda; vossas flechas são as Palavras que jurastes, fendeis a terra e dela saem torrentes.
Os montes te viram e tremeram; a inundação das águas passou; deu o abismo a sua voz, levantou as suas mãos ao alto.
O sol e a lua pararam nas suas moradas; andaram à luz das tuas flechas, ao resplendor do relâmpago da tua lança.
Caminhas furioso pela Terra, com ira esmagas as nações.
Tu saíste para salvação do teu povo, para o salvar com o teu Ungido. Derrubastes o teto da casa do ímpio, pusestes a nu os seus fundamentos até a base.
Transpassastes com vossas setas a cabeça dos príncipes que se precipitavam para nos dispersar, eles estavam alegres, como quem devora o pobre em segredo.
Lançastes vossos cavalos através do mar no turbilhão das muitas águas.
Eu ouvi, e as minhas entranhas comoveram-se; os meus lábios tremeram a essa voz. Penetre a podridão até aos meus ossos, e ela me consuma por dentro, descanse eu no dia da angústia, quando ele vier contra o povo que nos destruirá.
Porque então a figueira não brotará, nulo será o produto das vinhas, faltará o fruto da oliveira, e os campos não darão de comer.
Eu, porém, regozijar-me-ei no Senhor. Encontrarei minha alegria no Deus da minha salvação.
O Senhor Deus é a minha fortaleza, e ele tornará os meus pés como os dos cervos, conduzir-me-á às minhas montanhas, vencedor, cantando eu salmos."

(Habacuque 3:1-19)


Cantai ao Senhor um cântico novo, porque ele operou maravilhas. Sua mão e seu santo braço lhe deram a vitória.
Nuvens e obscuridade estão ao redor dele; justiça e juízo são a base do seu trono.
À frente dele avança um fogo, devorando seus inimigos ao redor.
Seus relâmpagos iluminam o mundo, a Terra estremece ao vê-los.
Os montes se derretem como cera diante do Senhor de toda a Terra.
O céu anuncia a sua justiça, e os povos todos contemplam a sua glória.
São confundidos os que adoram estátuas e se gloriam em seus ídolos; pois os deuses se prostram diante do Senhor.
Sião ouviu e se alegrou; e os filhos de Judá se alegraram por causa da tua justiça, ó Senhor.

(Salmos (96)97:1-8) Davi



A Quinta Trombeta >>
Menu
Menu Principal
<< Os Quatro Cavaleiros do Apocalipse

^