REINO DIVIDIDO pg 7

Judá capital: Jerusalém



Então ele tirou o filho do rei, e lhe pôs a coroa, e lhe deu o testemunho; e o fizeram rei, e o ungiram, e bateram as mãos, e disseram: “Viva o rei!”
Ora Atalia ouviu o clamor do povo que concorria. Entrando por entre a multidão no Templo do Senhor,
mas quando viu o rei de pé no estrado, segundo o costume, os oficiais e os tocadores de trombeta junto ao rei, todo o povo da terra gritando de alegria e tocando trombeta, ela rasgou a roupa e disse: "Traição, traição!"
Porém o sacerdote Joiada deu ordem aos centuriões que comandavam as tropas e disse-lhes: "Tirai-a para fora das fileiras, e a quem a seguir, matai-o à espada." Porque o sacerdote disse: "Não a matem na Casa do Senhor."
Lançaram-lhe as mãos e levaram-na aos empurrões pelo caminho da entrada dos cavalos, junto ao palácio, e ali foi morta.
E Joiada fez um concerto entre o Senhor, e o rei, e o povo, que seria o povo do Senhor; como também entre o rei e o povo.
Todo o povo do país entrou no templo de Baal, derrubaram os seus altares e fizeram as suas imagens em pedaços; mataram Matan, sacerdote de Baal, diante do altar. O sacerdote pôs guardas na Casa do Senhor.
E tomou os centuriões, e os capitães, e os da guarda, e todo o povo da terra; e conduziram da Casa do Senhor o rei e vieram, pelo caminho da porta dos da guarda, à casa do rei, e ele se assentou no trono dos reis.
E todo o povo da terra se alegrou, e a cidade repousou depois que mataram Atalia à espada junto à casa do rei.
Era Joás da idade de sete anos quando o fizeram rei.

(2Reis 11:12-21)


No ano sétimo de Jeú, começou a reinar Joás e quarenta anos reinou em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Zíbia, de Berseba.
E fez Joás o que era reto aos olhos do Senhor todos os dias em que o sacerdote Joiada o dirigia.
Tão somente os altos se não tiraram; porque ainda o povo sacrificava e queimava incenso nos altos.

(2Reis 12:1-3)


E sucedeu, depois disso, que veio ao coração de Joás renovar a Casa do Senhor.

(2Crônicas 24:4)


Porque, sendo Atalia ímpia, seus filhos arruinaram a Casa de Deus e até todas as coisas sagradas da Casa do Senhor empregaram em baalins.

(2Crônicas 24:7)


Alegraram-se todos os príncipes e todo o povo; e, concorrendo, lançaram no cofre do Senhor o dinheiro; lançara tanto que ficou cheio.
Cada vez que, por meio dos levitas, era o cofre levado para a inspeção do rei – o que acontecia quando o dinheiro se acumulava – o escriba real e um comissário do sumo sacerdote esvaziavam-no e depois os levitas iam colocá-lo no lugar. Assim faziam eles cada vez, e recolheram, em abundância, dinheiro,
o qual o rei e Joiada davam aos que dirigiam a obra do Serviço da Casa do Senhor e alugaram pedreiros e carpinteiros, para renovarem a Casa do Senhor, como também ferreiros e serralheiros, para repararem a Casa do Senhor.
Estes operários trabalhavam com muito esmero e por suas mãos repararam as fendas das paredes e restituíram a Casa do Senhor ao seu antigo estado, e fizeram com que ficasse firme.
E, depois de acabarem, trouxeram o resto do dinheiro diante do rei e de Joiada e dele fizeram utensílios para a Casa do Senhor, e objetos para ministrar e oferecer, e perfumadores e vasos de ouro e de prata. E continuamente sacrificaram holocaustos na Casa do Senhor, todos os dias de Joiada.
E envelheceu Joiada e morreu farto de dias; era da idade de cento e vinte anos quando morreu.
Sepultaram-no com os reis na cidade de Davi, por ele ter feito bem a Israel, a Deus e à sua Casa.

(2Crônicas 24:10-16)


Naquele tempo, Hazael, rei da Síria sitiou Get e apoderou-se dela. Depois foi atacar Jerusalém.
Porém, Joás, rei de Judá, tomou todas as coisas santas que Josafá, e Jeorão, e Ocozias, reis de Judá, e os que ele mesmo tinha oferecido, assim como todo o ouro que se achava nas reservas do Templo do Senhor e do palácio real, mandou tudo isso a Hazael, rei da Síria, o qual desistiu de sua campanha contra Jerusalém.

(2Reis 12:17-18)





Página 8 >>
Menu Reino de Israel
Menu
Menu Principal
<< Página 6

Israel capital: Samaria



Assim, pois, morreu, conforme a Palavra do Senhor, que Elias falara; e Jorão começou a reinar no seu lugar, no ano segundo de Jeorão, filho de Josafá, rei de Judá, porquanto não tinha filho.

(2Reis 1:1-17)


O profeta Eliseu chamou um dos filhos dos profetas e disse-lhe: “Põe o teu cinto e parte para Ramot de Galaad com este frasco de óleo.
Ali chegando, procurarás Jeú, filho de Josafá de Namsi. Aproximar-te-ás dele, fá-lo-ás levantar-se do meio de seus irmãos e o conduzirás a um aposento retirado.
Tomarás então o frasco de óleo e lho derramarás na cabeça, dizendo: Isto diz o Senhor: Sagro-te rei de Israel. Depois abrirás a porta e fugirás sem demora.”
O jovem servo do profeta partiu para Ramot de Galaad.
Quando lá chegou, os chefes do exército estavam sentados em reunião. E disse: “General, tenho uma palavra a dizer-te.” Jeú perguntou: “A qual de nós?” – “A ti general,” respondeu ele.
Jeú, pois, levantou-se entrou num quarto, o jovem derramou-lhe o óleo sobre a cabeça e disse-lhe: “Eis o que diz o Senhor, Deus de Israel: Eu te ungi rei sobre o meu povo de Israel.
E ferirás a casa de Acabe, teu Senhor, para que eu vingue o sangue de meus servos, os profetas, e o sangue de todos os servos do Senhor da mão de Jezabel.
E toda a casa de Acabe perecerá; e destruirei de Acabe todo varão, seja escravo ou livre.
Porque à casa de Acabe hei de fazer como à casa de Jeroboão, filho de Nebate, e como à casa de Baasa, filho de Aías.
E os cães comerão a Jezabel no pedaço de campo de jezreel; não haverá quem a enterre.” Então abriu a porta e fugiu.
Jeú saiu para onde estavam os oficiais do seu senhor, os quais lhe disseram: “Vai tudo bem? Para que veio este louco ter contigo?” Ele respondeu-lhes: “Vós bem conheceis esse homem e o que ele me diria.”
“Mentira!” – exclamaram eles; “conta-nos a verdade.” – “Pois bem, disse ele, ele disse-me isto e isto,” e acrescentou: “Eis o que diz o Senhor: Sagro-te rei de Israel.”
Levantaram-se então imediatamente e, tomando cada qual o seu manto, estenderam-no aos seus pés, em cima dos degraus, e tocaram a trombeta, gritando: “Jeú é rei!”
Jeú filho de Josafá, filho de Namsi, conspirou contra Jorão, no tempo em que Jorão, com todo o Israel, defendia Ramot de Galaad contra Hazael, rei da Síria.
Porém o rei Jorão voltou para se curar em Jezreel das feridas que os sírios lhe fizeram, quando pelejou contra Hazael, rei da Síria. E disse Jeú: “Se é vossa vontade, ninguém sai da cidade, nem escape, para ir anunciar isso em Jezreel."
Então Jeú subiu num carro e partiu para Jezrael. Jorão estava aí, de cama, e Ocozias, rei de Judá, tinha ido visitá-lo.
E o atalaia estava na torre de Jezreel, e viu a tropa de Jeú, que vinha, e disse: “Vejo uma tropa.” Então disse Jorão: “Toma um cavaleiro e envia-lho ao encontro e diga: “Há paz?”
O homem, pois, que tinha subido para o carro, foi ao encontro de Jeú e disse: “O rei te diz isto: Está tudo em Paz?”Jeú respondeu-lhe: “Que tens tu com a paz? Passa para trás e segue-me.” A sentinela deu também aviso, dizendo: “O mensageiro chegou a eles, mas não volta.
Jorão mandou ainda segundo carro de cavalos; o mensageiro chegou a eles e disse: “O rei diz isto: Está tudo em paz?” Jeú respondeu: “Que tens tu com a paz? Passa para trás e segue-me.”
A sentinela avisou dizendo: “O mensageiro chegou a eles, mas não volta, o andar parece-me com o andar de Jeú, filho de Namsi, porque vem precipitadamente.”
Jorão disse: "Preparem o meu carro." O carro foi preparado, e Jorão, rei de Israel, e Ocozias, rei de Judá, cada qual no seu carro, saíram ao encontro de Jeú e se encontraram com ele na propriedade de Nabot de jezrael.
Jorão, logo que viu Jeú, disse: “Temos paz, Jeú?” Mas ele respondeu-lhe: “Que paz? As idolatrias de Jezabel, tua mãe, os seus muitos malefícios estão ainda em vigor.”
Então Jorão virou o carro e fugiu, gritando para Ocozias: "É traição, Ocozias!”
Mas Jeú entesou o seu arco com toda a força e feriu a Jorão entre os braços, e a flecha lhe saiu pelo coração; e caiu no seu carro.
Então Jeú disse a Bidcar, seu capitão: “Toma-o, lança-o no pedaço do campo de Nabote, o jezreelita; pois, lembra-te de que indo eu e tu juntos a cavalo após Acabe, seu pai, o Senhor pôs sobre ele esta carga dizendo:
“Por certo que, se eu não visse ontem à tarde o sangue de Nabote e o sangue de seus filhos, diz o Senhor, não to pagaria, pagar-te-ei com a mesma moeda, neste mesmo campo - Palavra do Senhor! - Assim, pois, toma-o e joga-o neste campo, como disse o Senhor."
Vendo isso, Ocozias, rei de Judá, fugiu pelo caminho de Bet-Gã. Jeú o perseguiu e gritou: "Matem Ocozias também." E ele foi ferido no seu carro, à subida de Gur, que está junto a Ibleão. E fugiu para Megido e morreu ali.
Seus servos o levaram num carro a Jerusalém e o sepultaram na sua sepultura junto a seus pais, na Cidade de Davi.

(2Reis 9:1-28)


E Jeú veio a Jezreel, o que ouvindo Jezabel, se pintou em volta dos olhos, e enfeitou a sua cabeça, e olhou pela janela.
E, entrando Jeú pelas portas, disse ela: “Teve paz Zinri, Que matou a seu senhor?”



Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17

^