REINO DIVIDIDO pg 16


Judá capital: Jerusalém



Josias aboliu também os necromantes, os adivinhos, as figuras dos ídolos as imundícies e as abominações que tinha havido no país de Judá e de Jerusalém, para cumprir as Palavras da Lei, que estavam escritas no Livro que o pontífice Helcias achou no Templo do Senhor.

(2Reis 23:24)


Ordenou a todo o povo, dizendo: “Celebrai a Páscoa em honra do Senhor Vosso Deus, de modo que está escrito no Livro desta Aliança.”

(2Reis 23:21)


Esta Páscoa foi celebrada em honra do Senhor em Jerusalém, no décimo oitavo ano do reinado de Josias.

(2Reis 23:23)


E antes dele não houve rei semelhante, que se convertesse ao Senhor com todo o seu coração, e com toda a sua alma, e com todas as suas forças, conforme toda a Lei de Moisés; e, depois dele, nunca se levantou outro tal.
Todavia, o Senhor não se demoveu do ardor da grande ira, ira com que ardia contra Judá, por todas as provocações com que Manassés o tinha provocado.
E disse o Senhor: “Também a Judá hei de tirar de diante da minha face, como tirei Israel, e rejeitei esta cidade de Jerusalém que elegi, como também a casa de que disse: Estará ali o Meu Nome."

(2Reis 23:25-27)


Nos seus dias, subiu Faraó Neco, rei do Egito, contra o rei da Assíria...

(2Reis 23:29a)


... dirigiu-se para Carcames, junto do Eufrates, numa expedição militar, Josias saiu-lhe ao encontro.
Então ele lhe mandou mensageiros, dizendo: “Que tenho eu que fazer contigo, rei de Judá? Quanto a ti, contra a ti não venho hoje, senão contra a casa que me faz guerra; e disse Deus que me apressasse; guarda-te de te opores a Deus, que é comigo, para que não te destrua.”
Mas Josias não quis voltar atrás. Em lugar de ouvir as palavras de Neco, que saíram da boca de Deus; antes veio pelejar no vale de Megido.
Arqueiros dispararam contra o rei Josias. Então o rei disse à sua gente: “Levai-me; estou gravemente ferido.”
Seus homens tiraram-no do carro, colocaram-no em outro carro que havia lá, e o levaram para Jerusalém, onde morreu. Foi sepultado no sepulcro de seus pais. Josias foi pranteado por todos os habitantes de Judá e de Jerusalém.
Jeremias compôs uma lamentação fúnebre sobre ele...

(2Crônicas 35:20b-25a)


... O povo elegeu então Joacaz, filho de Josias, que foi ungido e aclamado rei em lugar de seu pai.
Joacaz tinha vinte e três anos quando começou a reinar, e reinou durante três meses em Jerusalém. Sua mãe chamava-se Amital, filha de Jeremias, natural de Lobna.
E fez o que era mal aos olhos do Senhor, conforme tudo o que fizeram seus pais.
Porém faraó Neco o mandou prender em Hibla, em terra de Hemate, para que não reinasse em Jerusalém. O faraó impôs ao país um tributo de três toneladas e meia de prata, e trinta e quatro quilos de ouro.
Também faraó Neco estabeleceu rei a Eliaquim, filho de Josias, em lugar de Josias, seu pai, e lhe mudou o nome em Jeoaquim, porém Joacaz tomou consigo. Levou Joacaz para o Egito onde ele morreu.
E Jeoaquim deu aquela prata e aquele ouro a faraó; porém fintou a terra, para dar esse dinheiro conforme o mandado do faraó; a cada um, segundo a sua avaliação, demandou a prata e o ouro do povo da terra, para dar a faraó Neco.
Tinha Jeoaquim vinte e cinco anos de idade quando começou a reinar e reinou onze anos em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Zebida, filha de Pedaías, de Ruma.
E fez o que era mal aos olhos do Senhor, conforme tudo quanto fizeram seus pais.

(2Reis 23:30b-37)


No ano terceiro do reinado de Jeoaquim, rei de Judá, veio Nabucodonosor, rei da Babilônia, a Jerusalém e a sitiou.

(Daniel 1:1)


Contra ele marchou Nabucodonosor, rei dos caldeus; e, carregado de cadeias levou-o para Babilônia.
Levando ao mesmo tempo os objetos do Templo para o seu palácio de Babilônia.

(2Crônicas 36:6-7)


... e Jeoaquim ficou três anos seu servo; depois; se virou e se revoltou contra ele.
E Deus enviou contra Jeoaquim as tropas dos caldeus, e as tropas dos siros, e as tropas dos moabitas, e as tropas dos filhos de Amom; e as enviou contra Judá, para o destruir, conforme a Palavra que o Senhor falara pelo ministério de seus servos, os profetas.
E, na verdade, conforme o mandado do Senhor, assim sucedeu a Judá, que o tirou de diante da sua face, por causa dos pecados de Manassés, conforme tudo quanto fizera.

(2Reis 24:1b-3)


E Jeoquim dormiu com seus pais, e Joaquim, seu filho, reinou em seu lugar.

(2Reis 24:6)


Tinha Joaquim dezoito anos de idade quando começou a reinar e reinou três meses em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Neústa, filha de Elnatã, de Jerusalém.
E fez o que era mal aos olhos do Senhor, conforme tudo quanto fizera seu pai.
Foi nesse tempo que vieram os homens de Nabucodonosor, rei da Babilônia, contra Jerusalém, e sitiaram-na.
Depois Nabucodonosor veio pessoalmente diante da cidade, enquanto suas tropas a sitiavam.
Então, saiu Joaquim, rei de Judá, ao rei de Babilônia, ele, e sua mãe, e seus servos, e seus príncipes, e seus eunucos; e o rei de Babilônia o levou preso, no ano oitavo de seu reinado.
E como o Senhor tinha anunciado, levou dali todos os tesouros do Templo do Senhor e do palácio real, e quebrou todos os objetos de ouro que Salomão, rei de Israel, tinha feito para o santuário do Senhor.
Levou para o cativeiro toda a Jerusalém, todos os chefes e todos os homens de valor, ao todo dez mil, com todos os ferreiros e artífices; só deixou os pobres.
Assim, transportou Joaquim para a Babilônia, como também a mãe do rei, e as mulheres do rei, e os seus eunucos, e os poderosos da terra levou presos de Jerusalém a Babilônia.
Deportou todos os homens robustos, em número de sete mil, os artistas e ferreiros, em número de mil, todos os homens fortes e guerreiros; o rei de Babilônia levou-os cativos para Babilônia.

(2Reis 24:8-16)


Depois disso, sucedeu que, no ano trinta e sete do cativeiro de Joaquim, rei de Judá, no mês duodécimo, aos vinte e sete do mês, Evil-Merodaque, rei de Babilônia, libertou; no ano em que reinou, a Joaquim, rei de Judá, da casa da prisão.
Falou-lhe benignamente e deu-lhe um trono mais elevado que os dos reis que estavam com ele em Babilônia.
E lhe mudou as vestes da prisão, e de contínuo Joaquim comia pão na sua presença todos os dias da sua vida.
E o seu sustento diário foi assegurado pelo rei durante todo o tempo de sua vida.

(2Reis 25:27-30)


E o rei da Babilônia estabeleceu rei, em lugar de Joaquim, ao tio deste Matanias, cujo nome mudou para Sedecias.
Sedecias tinha vinte e um anos quando começou a reinar, e reinou durante onze anos em Jerusalém. Sua mãe chamava-se Amital, filha de Jeremias, e era natural de Lobna.
E fez o que era mal aos olhos do Senhor conforme tudo quanto fizera Jeoaquim.

(2Reis 24:17-19)


... e não respeitou a pessoa do profeta Jeremias, que lhe falava da parte do Senhor.

(2Crônicas 36:12b)


...”Submetei os vossos pescoços ao jugo do rei da Babilônia, servi-o a ele e ao seu povo e vivereis.
Por que expor-te, tu e teu povo, à morte pela espada, pela fome, e pela peste, como o Senhor anunciou a todo povo que recusar servidão ao rei de Babilônia.”

(Jeremias 27:12b-13)


... Sedecias revoltou-se contra o rei de Babilônia.

(2Reis 24:20b)



Página 17 >>
Menu Reino de Israel
Menu
Menu Principal
<< Página 15
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17

^